Conquistar o acesso na Série B do Campeonato Brasileiro com o Botafogo segue como grande objetivo de Jair Ventura para o resto da temporada. Apesar de voltar ao cargo de auxiliar, agora de Ricardo Gomes, após comandar a equipe interinamente por três jogos, ele recusou propostas para ser treinador por querer seguir no clube e devolvê-lo à elite do futebol brasileiro.

“Estou muito feliz na minha função. Não tenho pretensão. Tive duas propostas nesses dias. Uma dos Emirados Árabes e outra de um clube da Série B. Recusei, pois não quero sair. Estou feliz no Botafogo. Quero subir com esse clube. Não participei do rebaixamento. Fui demitido em 2013. O motivo eu não sei, mas quero ajudar os que ficaram a levar esse time de volta à Série A. Vou ficar. No futuro, eu não sei”, afirmou ele na coletiva de imprensa após o empate com o Criciúma.

Apesar de muito criticado pela torcida pelos erros na escalação e nas substituições que levaram ao tropeço em casa contra o Tigre, Ventura estava sendo elogiado antes pelo trabalho na vitória contra o Náutico e empate com o Bahia. Sua experiência como técnico antes havia sido nos juniores do próprio Glorioso.

Fonte: Futnet