Jair Ventura vem comandando o Botafogo interinamente desde a demissão de René Simões. Após estrear com vitória sobre o Náutico no Engenhão, no sábado passado, o auxiliar ainda será o técnico neste sábado, contra o Bahia, e na próxima terça, contra o Criciúma. Ricardo Gomes deve assumir a equipe na semana que vem e estreia no outro fim de semana contra o Luverdense.

“Ainda não tivemos contato. Estou muito feliz pela contratação dele, principalmente pela pessoa que ele é. Assisti o jogo quando ele teve aquele problema no Vasco e é muito legal vê-lo de volta ao trabalho. Falam muito bem dele e da sua grande carreira. Certamente será um grande treinador que vai acrescentar muito na minha carreira. Vou recebê-lo de braços abertos. Estamos muito focados nesse jogo. Aqui o trabalho é muito bom, com um time muito acolhedor com todos que chegam. Com o Ricardo Gomes não será diferente. Ele vai encontrar um grupo muito bom de trabalho”, garantiu Ventura em entrevista coletiva após o treino da manhã de sexta.

Apesar de ter ‘os dias contados’ como técnico alvinegro, Ventura garante que isso não afeta a confiança em seu trabalho. “A convicção não pode ser mudada e trabalhamos com desempenho. Poderíamos não ter vencido o jogo contra o Náutico, mas eles corresponderam. Aqui é assim. O Gegê estava no fim da fila e entrou como camisa 10. Não adianta chegar para vocês e falar uma coisa diferente do que é passado para o grupo. Vai jogar o mais preparado e o torcedor pode ter certeza que estamos escalando o que temos de melhor. A gente brinca que o interino nunca pega a parte boa, sempre com pressão. Eu tive essa responsabilidade em 2010, quando acabamos sendo campeões cariocas. Estou aqui para isso, sou funcionário do clube e vou fazer o que for preciso. Estou muito feliz na função de auxiliar e quero ajudar o novo treinador Ricardo Gomes”, afirmou ele.

O Glorioso visita o Bahia a partir das 16h30 (de Brasília) do sábado, na Fonte Nova.

Fonte: FutNet