Contra o Nova Iguaçu, foi o zagueiro Marcelo. Contra o Macaé, Lindoso. Até agora, nas duas rodadas do Estadual em que o Botafogo poupou atletas, jogadores que se destacaram conseguiram vagas em partidas da Libertadores. A pergunta é: quem será desta vez? Roger, centroavante que começou o ano como titular mas ficou na reserva contra o Colo-Colo, já se candidatou como bola da vez. Ele vem perdendo espaço para Rodrigo Pimpão, que tem participado bem quando ganha oportunidade e fez o gol decisivo contra na última quarta-feira.

— Estou esperando domingo, quero jogar para poder ganhar mais ritmo de jogo. E é claro que todo clássico é muito especial — afirmou Roger.

O jogador ainda não alcançou a fase que teve ano passado, quando marcou 22 gols vestindo a camisa da Ponte Preta. O bom desempenho em 2016 foi o que motivou o Alvinegro a contratá-lo como reforço.

O treinador Jair Ventura elogiou o centroavante e falou ontem em entrevista coletiva sobre uma conversa que teve com o atleta antes de não escalá-lo para enfrentar o Colo-Colo, no Chile.

-— Chamei ele para conversar e ele disse: ‘estou precisando defender mais, e preciso de mais velocidade’. Ele me respondeu: ‘se fosse eu, faria a mesma coisa’. Deixou claro que queria jogar, mas me entendeu.

Como de costume, Jair não disse qual o time que vai enfrentar o Flamengo em sua entrevista coletiva de ontem, mas afirmou que pode usar os titulares que estiverem em boa forma física.

O presidente do Alvinegro, Carlos Eduardo Pereira, vem criando rivalidade e dando declarações públicas polêmicas contra o Rubro-negro nos últimos tempos, Jair diz que isso não o influencia.

— Não pode levar isso para o campo. Fora, isso existe, mas nós nos preocupamos com campo e bola.

Fonte: Extra Online