Jefferson não é conhecido por dar grandes entrevistas. Talvez tenha guardado tudo para sua despedida. Após vencer o Paraná por 2 a 1, ele deu volta olímpica, carregou bandeira do clube e deu adeus aos torcedores. Depois de muitas fotos, o goleiro falou com os jornalistas.

Mais de 28 mil torcedores foram ao Nilton Santos com o objetivo de se despedir de Jefferson, o terceiro jogador que mais vestiu a camisa do Botafogo. Ídolo, o goleiro mostrou que a relação é uma via de mão dupla. Se declarou ao Alvinegro ao dizer o que o clube representa na sua vida.

“É tudo na minha vida. Desde que cheguei aqui, era meu sonho fazer história, é para poucos. Marca de jogos, títulos, lealdade. Tudo que fiz aqui. Essa torcida é maravilhosa comigo. Cheguei na seleção por causa deles, desse clube. Obrigado a eles e agora vou curtir minha família”, disse Jefferson ao Premiere.

“Essa torcida eh maravilhosa. Tinha que deixar uma boa impressão. Nesse adeus queria deixar um versículo que marcou minha vida. “Combati o bom combate, mas guardei minha fé”, que é a minha família”, completou o goleiro.

Por fim, Jefferson fez uma rápida análise da sua carreira e se disse satisfeito com tudo o que alcançou.

“Realizado totalmente. Representei botafogo e seleção. Não preciso de mais ada. Entrei na história e glorifico a Deus. Vou torcer muito por eles. Não me arrepende de nada. Vivi tudo intensamente. Esse jogo para mim valia com todos os outros. Muito feliz de encerrar com vitória”, finalizou o camisa 1 do Botafogo.

Fonte: UOL