Em longa entrevista concedida ao Globoesporte.com e publicada nesta sexta-feira, o goleiro Jefferson revelou ter sofrido risco de morte ao se chocar com Lucas Paquetá, no clássico diante do Flamengo, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. A lesão na traqueia foi realmente grave, mas o goleiro já está recuperado.

– No começo, estava muito ansioso para voltar, achava que era uma simples lesão, tanto que no jogo eu tentei voltar. Fiquei cinco minutos e não consegui. Até meu médico chegar e falar numa das consultas: “Vou te mostrar passo a passo o que aconteceu para você ver a importância de se recuperar”. Ele disse com as seguintes palavras: “Jefferson, você tem que agradecer muito a Deus, porque você poderia até ter morrido naquele episódio ali”. Ele disse: “Você escapou de duas coisas: risco de morte e cirurgia. Se você precisa fazer cirurgia, seriam sete meses sem falar” – relatou o ídolo.

Jefferson confirmou que se aposenta no final deste ano, independentemente se conseguirá voltar a jogar ou não. Ele está fazendo trabalho de recuperação e pretende retornar a treinar com bola nos próximos dias, mas seu retorno até o fim da temporada ainda é incerto.

– Mantenho (a decisão de parar). Fiz questão de avisar isso até mesmo antes do ano, até para não ter especulações dependendo de como eu poderia chegar no fim do ano. Poderia chegar com título, poderia chegar jogando ou não. Já tomei essa decisão antes, independentemente do que viesse acontecer. Já estou certo de poder seguir outros rumos – disse, projetando o retorno aos jogos:

– Estou bem esperançoso, porque faltam praticamente dois meses e meio para acabar o ano. Creio que nessa semana a gente já volto a mexer com bola e a parte técnica. Estou trabalhando bastante na academia também. Força não perdi, pelo contrário: até ganhei mais força, então vai ser rápido.

Fonte: Globoesporte.com