Nesta segunda-feira (22), o Botafogo voltou aos treinamentos. Após a derrota, em casa, para o Bahia, no último sábado (20), o Glorioso volta às atenções para o duelo contra o Atlético-PR. O Alvinegro enfrenta o Furacão, no próximo sábado (27), às 22h, na Arena da Baixada. Apesar de vir de uma derrota complicada de digerir, o Botafogo tem boas notícias. O goleiro Jefferson voltou a fazer trabalhos específicos e pode voltar aos gramados em breve.

Maior ídolo da história recente do Botafogo, Jefferson está fora dos gramados desde julho deste ano. O goleiro se chocou com Lucas Paquetá, no clássico contra o Flamengo, e teve uma lesão grave na traqueia. De acordo com os médicos que cuidaram do caso de Jefferson, ele chegou a correr risco de vida por conta do impacto. Apesar de não haver expectativa para o dia exato da volta do goleiro, espera-se que ele ainda jogue em 2018.

Goleiro fez história com a camisa alvinegra

Esta será a última temporada da carreira do goleiro Jefferson. O ídolo botafoguense anunciou que irá parar de jogar no fim deste ano. Com 454 jogos, Jefferson se tornou o terceiro jogador com mais partidas com a camisa do Botafogo. O goleiro está atrás apenas de Garrincha (612) e Nilton Santos (721).

Além disso, Jefferson quebrou a escritas também pela seleção brasileira. O goleiro foi o primeiro jogador botafoguense convocado pelo Brasil para uma Copa do Mundo, desde Bebeto e Gonçalves, em 1998. Também foi o primeiro goleiro do Botafogo num Mundial, depois de 32 anos. O último tinha sido Paulo Sérgio, em 1982. Com 22 partidas com a Amarelinha, o ídolo alvinegro ainda pegou pênalti de Messi, em amistoso contra a Argentina, em 2014.

Gatito segue fora

Enquanto Jefferson não volta, quem segue no estaleiro é Gatito Fernandez. O goleiro ainda se recupera de lesão no tendão do punho direito. Gatito chegou a participar do treino, na roda de bobinho. Entretanto, continua de fora dos treinos com os outros goleiros. Sem a dupla, Saulo deve continuar como titular contra o Atlético-PR.

Fonte: Esporte 24 Horas