Jefferson resume expectativa por vaga na Copa Libertadores: ‘Só se fala nisso’

Compartilhe:

No clássico com o Vasco, neste domingo, no Maracanã, o Botafogo tem a chance de dar mais um passo ao objetivo de se classificar para a Libertadores. Na verdade, é mais do que uma meta, é um sonho. A última vez que o clube disputou a competição foi em 1996, e acabou caindo nas oitavas de final. Agora, o retorno parece cada vez mais palpável. De acordo com o matemático Oswald de Souza, antes de a 30ª rodada começar a chance era de 76%.

O goleiro Jefferson disse que a ansiedade para voltar para a competição mais importante do continente é enorme e atinge tanto jogadores como funcionários.

– Os torcedores estão esperando há muito tempo por isso. Juntando as minhas passagens, já estou há sete anos no clube e sei que é um sonho para todos. Estamos vivendo isso, dormindo e acordando pensando em Libertadores. Só se fala nisso. Jogadores, comissão técnica, massagistas… – contou o capitão.

Nesta boa campanha que o time faz, a oportunidade de disputar o título foi bastante real para o Bota, mas o sonho ficou mais distante depois de uma fase ruim e da força do Cruzeiro na competição. Jefferson, que retorna ao time depois de defender a seleção brasileira, não quer criar expectativas exageradas.

– Temos que ser realistas, o título ficou um pouco distante. Se queremos mesmo, temos que vencer os jogos. Falar, hoje, não dá – afirmou o goleiro.

Animado com o ano do time, Jefferson espera que tudo corra dentro do planejado até o fim da temporada, que já tem o título do Carioca. Quem sabe a confirmação da vaga na Libertadores e o título da Copa do Brasil? Seria a cereja do bolo para os alvinegros.

– É um dos momentos do Botafogo nos últimos anos. Fomos campeões carioca sobrando, de forma espetacular, e estamos fazendo uma ótima campanha no Brasileiro. Temos a chance de passar para a semifinal da Copa do Brasil. É acertar os detalhes para fechar esse ano com chave de ouro.

O Botafogo é o quarto colocado do Campeonato Brasileiro com 49 pontos.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários