Escalado como titular pelo técnico Dunga, Jefferson teve atuação decisiva na vitória por 3 a 1 sobre a França. Animado, o goleiro da seleção brasileira, em tom de brincadeira, falou em incluir em seu DVD de melhores momentos um lance da partida disputada na última quinta-feira, em Saint-Denis.

Logo aos seis minutos de partida, a França cobrou escanteio do lado esquerdo, a bola desviou no meio do caminho e Benzema ficou livre para cabecear na segunda trave. Com o reflexo em dia, Jefferson esticou-se tanto para fazer a intervenção que foi parar dentro da rede.

“Foi uma belíssima defesa. Teve um bate-rebate na área e, quando virei para trás, vi que a bola já estava praticamente na cabeça do Benzema. Não deu tempo nem de dar a passada. Já saltei e acabei defendendo no ar, tanto que me choquei contra a trave. Foi uma bela defesa, que vai para o DVD”, disse Jefferson à CBF TV.

Jogando diante de sua torcida, a França abriu o placar com Varane. A seleção brasileira empatou através de Oscar e conseguiu a virada por meio de Neymar e Luiz Gustavo. Responsável pelo milagre diante de Benzema, Jefferson também elogiou a atuação de seus companheiros.

“Graças a Deus, foi uma grande partida não só minha, mas de toda a equipe e pude me consolidar ainda mais como titular da seleção brasileira. A gente sabia que seria um jogo muito difícil, que seríamos bastante exigidos. Foi uma grande partida”, declarou.

O triunfo alcançado pela seleção na tarde de quinta-feira foi especial na medida em que o Stade de France foi o palco do vice-campeonato do Brasil diante do time da casa na Copa do Mundo 1998. Na ocasião, Didier Deschamps e Dunga, hoje técnicos de suas respectivas seleções, duelaram dentro de campo.

Depois de bater a França, a seleção se prepara para enfrentar o Chile às 11h (de Brasília) do próximo domingo, em Londres. Em função do curto espaço de tempo entre os dois jogos amistosos, o técnico Dunga deve promover algumas mudanças na equipe.

Fonte: ESPN.com.br