O Botafogo passa por um período de instabilidade no Campeonato Brasileiro. Com três vitórias no segundo turno, o Alvinegro ocupa a 14ª colocação e está a um ponto da zona de rebaixamento. Em entrevista coletiva realizada nesta quarta-feira, no Estádio Nilton Santos, João Paulo afirmou que o elenco possui conversas diárias em busca da recuperação do futebol apresentado na primeira metade da competição.

– A gente conversa bastante, estamos tentando encontrar o caminho para voltar a vencer e ter uma sequência mais positiva. Se pegar o primeiro turno tivemos uma sequência de grandes jogos, ganhando adversários e, mesmo quando a gente perdeu, não fomos dominados, sempre foram resultados apertados. Temos que voltar a nos preparar e evoluir onde estamos precisando – analisou o meia.

O próximo compromisso do Botafogo será fundamental para escapar da degola – assim como as outras rodadas do Brasileirão, tratadas como “finais” pelos atletas. João Paulo afirmou que o Glorioso terá que se superar para vencer o Corinthians no próximo domingo, às 18h, no Nilton Santos, pela 35ª rodada, e que o elenco vem trabalhando a parte psicológica.

– Temos um grupo com bastante jovens, nossa média de idade é baixa, mas a gente têm conversado bastante, nos reunimos todos os dias para tentar evoluir nesses aspectos, estar com a cabeça preparada. Tentar fazer um algo a mais. Vamos ver se domingo a gente consegue fazer um jogo quase de excelência para conseguir os três pontos – afirmou.

Se o Botafogo luta contra o rebaixamento, o objetivo do Corinthians é oposto: garantir uma vaga na próxima Taça Libertadores. Com 50 pontos e na 8ª posição, o Timão derrotou o Alvinegro no primeiro turno, em Itaquera, por 2 a 0. Para João Paulo, o Glorioso deve focar nos defeitos do rival para sair de campo com o resultado positivo.

– É uma equipe que se destaca por ter uma solidez defensiva nos últimos anos. Também tem oscilado no campeonato, como a grande parte dos times. A gente sabe os pontos fortes e aquilo que não é tão forte na equipe deles e vamos tentar fazer um bom jogo para sair com os três pontos – colocou.

Apesar do desempenho ruim – são seis derrotas em oito partidas com Alberto Valentim -, o meio-campista reforça a confiança no treinador. Para João Paulo, o elenco pode evoluir nos últimos cinco compromissos da temporada.

– Sou suspeito para falar do Valentim porque o considero um grande treinador, tem uma mentalidade vencedora, é um cara que cobra muito. Ele tenta tirar o máximo da gente e evoluir, e acho que o grupo tem o pensamento fechado para que a gente consiga repetir os jogos com vitória e, com isso, dê um salto na tabela – confiou.

Fonte: Terra