Derrotado por 1 a 0 pelo Atlético Mineiro no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, no último dia 29 de junho, em Belo Horizonte, o Botafogo vai tentar aproveitar a fase instável vivida pelo adversário para avançar às semifinais da competição nacional nesta quarta-feira, às 19h30, no Engenhão, no duelo de volta do mata-mata.

Pelo Brasileirão, o time atleticano perdeu os últimos três duelos que fez como mandante, sendo o último deles no domingo passado, no qual foi derrotado por 2 a 1 pelo Vasco, no estádio Independência. Antes disso, caiu por 2 a 0 diante do Bahia no mesmo local, na quarta-feira, em revés determinante para a demissão do técnico Roger Machado.

Apesar disso, o meia João Paulo afirmou nesta segunda-feira, após treino que a equipe botafoguense realizou no início da tarde, no Rio, que não se ilude com o momento ruim do Atlético-MG, lembrando que o elenco do adversário é forte e conta com vários jogadores decisivos. O meio-campista, porém, exibiu confiança ao projetar o duelo no qual o Botafogo precisa vencer por dois gols de diferença para avançar, sendo que, se levar apenas um, será obrigado a fazer pelo menos três para ir às semifinais.

“A gente tem a responsabilidade de ir em busca do resultado, sabemos também que é importante não levar gols por causa desse critério de gol fora de casa. Vai ser um jogo difícil, não dá para se enganar com essa sequência do Atlético-MG, pois eles têm um time muito qualificado. O Brasileiro é muito difícil, todo mundo têm jogos complicados e, às vezes, eles oscilaram um pouco, mas estamos preparados. Sabemos o que vamos enfrentar e acredito que a gente vai fazer um grande jogo”, ressaltou o atleta, em entrevista coletiva.

E o jogador destacou a importância de o Botafogo contar com forte apoio de sua torcida no Engenhão, onde vem conseguindo fazer valer com eficiência o fator campo na Libertadores, na qual voltará a atuar no próximo dia 10 de agosto, contra o Nacional, do Uruguai, justamente em seu estádio para confirmar vaga nas quartas de final – no duelo de ida, em Montevidéu, os botafoguenses venceram por 1 a 0.

“Com certeza o apoio da nossa torcida é importante. Já tem sido assim na Libertadores e vem dando certo. Eles (torcedores) sabem da confiança que nos passam e o que eles representam para o nosso time. Então, a gente espera que a torcida do Fogão possa lotar o Nilton Santos e fazer uma linda festa para que a gente consiga essa classificação de presente para eles”, projetou João Paulo.

Fonte: O Dia Online