Com contrato até o fim junho, Jobson divide opiniões no Botafogo. Enquanto o presidente Carlos Eduardo Pereira deposita fé no futebol do atacante, o técnico René Simões não tem tanta confiança. Pelo contrário. Ele vê o polêmico jogador fora do perfil traçado pela comissão técnica e iniciou a temporada com o atleta em baixa até o momento.

Com as chegadas de Bill, Tássio e Rodrigo Pimpão, além dos retornos de Sassá e Henrique, o técnico René Simões sequer deu chance a Jobson no time titular, o que aconteceu com os demais companheiros. E para mudar esse quadro, o polêmico jogador terá que conquistar o treinador.

“Ele terá que provar que mudou seu comportamento e que está disposto a trabalhar em grupo. Se não mudou, não vai servir para nada”, explicou o comandante do Alvinegro em recente entrevista ao canal Fox Sports.

Jobson, no entanto, conta com um apoio de peso para dar a volta por cima no Botafogo. O presidente Carlos Eduardo Pereira é fã do jogador e está confiante na contribuição que o atacante dará na temporada. O dirigente minimiza o desempenho ruim do atleta no último Brasileiro e aposta suas fichas  na recuperação.

“Eu acredito nele, com certeza. Jobson é um talento. Nesse fim de Brasileiro não conseguiu mostrar todo o seu futebol, mas conto com ele. Todos os botafoguenses contam. É um jogador diferenciado, tem muito a colaborar com o Botafogo e tem uma carreira brilhante pela frente. Bastando que mostre seu interesse e sua dedicação, pois o Botafogo confia que ele vai dar muitas alegrias”, afirmou Carlos Eduardo Pereira.

Fonte: UOL