Polêmico, Jobson entrou em 2015 vivendo um novo momento. Mais focado e sem se envolver em problemas extracampo, passou por todos estes meses recebendo elogios da diretoria e da comissão técnica do Botafogo. Porém, na derrota do Alvinegro para o Fluminense por 2 a 1, no primeiro jogo da semifinal do Campeonato Carioca, se rebelou após ser substituído, levou uma bronca pela postura e já acendeu o sinal de alerta do Glorioso com a “recaída”.

Visivelmente irritado com a situação, o técnico René Simões deixou claro que não irá aturar comportamentos como o apresentado pelo jogador. Sem praticar as mesmas boas atuações do início do Estadual, o treinador justificou seu desempenho abaixo do esperado e o pouco comprometimento com a parte tática para sacá-lo no clássico e colocar Sassá.

Ainda durante o confronto com o Tricolor, Jobson perdeu uma bola no meio de campo que originou o primeiro gol do Fluminense, marcado por Fred, de cabeça.

Para o próximo duelo, sábado que vem, René Simões estuda opções contando com o retorno de jogadores lesionados.

“Temos jogadores de contusão ganhando ritmo. Gostei da entrada do Pimpão. Foi bom saber que está bem. É muito inteligente, disciplinado taticamente e finalizador”, disse o treinador, elogiando um concorrente de Jobson.

Embora tenha desagradado com sua postura, o atacante ainda segue com prestígio com a diretoria. Ao que tudo indica, o jogador deverá renovar seu contrato com o Botafogo nesta semana. O atual termina em 24 de junho.

Jobson é o artilheiro do Alvinegro na temporada com seis gols em 14 partidas.

Fonte: UOL