Jogadores do Botafogo celebram sintonia com a torcida: ‘Nos superamos’

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

A noite desta quinta-feira foi sintomática para o Botafogo: no jogo em que o recorde de público do ano foi batido (40.040 presentes, superando os 38.357 contra o Colo-Colo), a festa foi inédita no Estádio Nilton Santos, antes do jogo contra o Nacional-URU, e pôde continuar durante praticamente toda a partida, pelas circunstâncias do duelo pela Copa Libertadores. E os jogadores celebram a simbiose com a arquibancada.

– Não demos chances a eles (uruguaios). A nossa equipe está de parabéns. No pré-jogo, falaram que a festa ficaria somente na arquibancada. Nos superamos mais uma vez. Que a torcida faça uma festa domingo, mesmo sendo em outra competição – espera Rodrigo Lindoso.

Já o volante Bruno Silva foi além. Na saída do gramado, após o triunfo, o meio-campista parou em frente aos torcedores e retribuiu o carinho enquanto concedia uma entrevista.

– É por eles. A gente corre, se dedica. Faz tudo por eles. Tem que filmá-los – disse, enquanto respondia ao canal por assinatura Fox Sports.

Por sua vez, Rodrigo Pimpão entrou para a história como um dos artilheiros do Botafogo na Libertadores, com cinco gols, empatado com Jairzinho e Dirceu. Ele lembrou que muito do que o time consegue é pela persistência.

– Resume-se em trabalho. São 12 jogos e cinco gols, na Libertadores. Fiquei 12 jogos sem gol. Tem jogo que o Jair fala: “Hoje você vai ser meia.” Às vezes, as pessoas não sabem que é a função. Mas eu tenho comigo um lema: nunca desistir e sempre acreditar. Hoje (nesta quinta-feira), acreditei – concluiu.

Notícias relacionadas