O Botafogo sofreu para vencer os dois últimos jogos no Campeonato Carioca. Contra o Bangu, o pênalti convertido nos acréscimos do segundo tempo, pelo volante Rodrigo Lindoso, garantiu o triunfo por 1 a 0 e rendeu a classificação às semifinais. No último domingo, contra o Boavista, o gol de Leandrinho, o único da partida, foi anotado aos 29 minutos da etapa final. Antes disso, pela Copa do Brasil, outro 1 a 0, dessa vez com gol de Luis Henrique, também na segunda metade do tempo derradeiro.

Os jogadores, ao invés de lamentarem, preferem ver o lado bom da situação. “Acredito que o fato de estarmos conseguindo marcar os gols no fim mostra que o nosso time luta e se entrega os 90 minutos. Logicamente, a gente sempre quer vencer por uma boa diferença de gols, não sofrer tanto, mas o futebol está muito nivelado e nem sempre isso vai acontecer. O importante é estarmos amadurecendo e crescendo”, disse o lateral-direito Luis Ricardo.

O volante Bruno Silva lembrou ainda que o aspecto físico deve ser valorizado. “O Botafogo vem trabalhando muito o aspecto físico e, quando estamos conseguindo marcar esses gols, estamos sendo superiores aos adversários. Claro que todo mundo gosta de dar espetáculo, mas em primeiro lugar tem que vir o resultado positivo, e isso estamos conseguindo fazer. Não tem faltado trabalho para buscarmos a evolução. O Ricardo Gomes sempre cobra muito dos jogadores e por isso as vitórias estão saindo, todos estão se entregando ao longo dos 90 minutos”. opinou o jogador.

O elenco do Botafogo voltou aos trabalhos na manhã desta terça-feira, em General Severiano. Ricardo Gomes terá à disposição o zagueiro Emerson Santos, recuperado de dores na coxa direita, e o volante Fernandes, livre de lesão grau 1 no bíceps femoral da coxa direita.

Mesmo descartado da semifinal do Carioca, diante do Fluminense, o volante Aírton, se recuperando de lesão na perna esquerda, deixou o departamento médico. O atacante Sassá, que operou o joelho no ano passado, está treinando em separado e deverá estar apto para a estreia no Campeonato Brasileiro, contra o São Paulo, em maio.

No treino desta terça-feira, os jogadores foram divididos em dois grupos e trabalharam aspectos táticos. O plantel volta a treinar na manhã desta quarta, outra vez em General Severiano. O time que atuará no domingo, às 19 horas (de Brasília), no estádio Raulino de Oliveira, só deverá ser definido nas últimas atividades da semana.

Fora de campo, a diretoria segue procurando um centroavante e voltou a insistir em Júnior Dutra, que está no futebol asiático, atuando pelo Al-Arabi, do Catar. O jogador deve se posicionar até o fim da semana, já que negocia seu retorno ao Brasil. O último clube do atleta no país foi o Santo André.

Fonte: Gazeta Esportiva