A vitória sobre a Cabofriense por 1 a 0 neste domingo, em Macaé, foi muito exaltada pelos jogadores do Botafogo. Principalmente pelo fato do time ter jogado a parte final do duelo com um jogador a menos, depois que Sassá, autor do gol da vitória, deixou o gramado com um estiramento na coxa esquerda aos 37 minutos – René Simões já havia feito as três alterações.

– Nosso time é muito guerreiro, a cada jogo mostramos isso. Num campo muito pesado, sofremos muito, mas quando trabalhamos as coisas acontecem. O cara que fez o gol teve de sair e ficamos no sacrifício, mas Deus nos abençoou e saímos com os três pontos. A torcida que veio mereceu essa vitória, mostramos que somos capazes de ser líderes – afirmou o lateral-direito Gilberto, na saída do jogo, revelando que sentiu uma fisgada na coxa e terminou com cãimbras nas duas pernas.

– Foi uma partida muito difícil, entramos um pouco dispersos no primeiro tempo, Renan fez grandes defesas, mas depois controlamos o jogo. Foi uma guerra. Estamos muito bem servidos de goleiro, o Jefferson foi para a Seleção e temos de parabenizar o Renan, que nos ajudou muito a sair daqui com o resultado positivo – completou o volante William Arão, à TV Bandeirantes.

Fonte: Redação FogãoNET