Jogadores ligam sinal de alerta após vantagem no G4 cair para apenas seis pontos

Compartilhe:

O Botafogo teve boa atuação, mas acabou castigado por perder muitos gols e foi derrotado pelo Vitória por 1 a 0, nesta quinta-feira, no Barradão. O resultado foi muito ruim para o Alvinegro que viu o Cruzeiro disparar novamente, além de todos os rivais na briga pelo G-4 vencerem. Assim, todos no Alvinegro já admitem preocupação e ligaram o sinal de alerta pela Libertadores.

“Tem que se preocupar. Se tivesse vencido, estaria melhor. Diminuiu a diferença, agora, é ter atenção. Continuar fazendo nossa parte. Não tem o que mudar, só melhorar e pensar no próximo jogo já”, admitiu Rafael Marques na saída de campo.

“Era jogo de seis pontos. Deveríamos ter caprichado mais. Eu mesmo tive várias oportunidades, tenho que assumir. Não consegui fazer o gol. Temos que erguer a cabeça. Tem dia que a bola entra, mas não foi hoje. Procurar pensar no clássico contra o Vasco neste domingo”, completou.

Após a derrota, Renan, um dos destaques da partida, lamentou o resultado, mas tratou de elevar o moral do Botafogo. Segundo ele, todos ainda estão motivados para classificar a equipe para a Libertadores, o que não ocorre desde 1996.

“Não podemos desanimar. Ninguém aqui está desanimado, posso te garantir. Poderíamos ganhar, mas eles foram mais decisivos. Tivemos chances, mas o Brasileiro é assim. Vamos chegar aonde queremos, não vamos desanimar agora. Temos o Vasco pela frente e vamos com tudo para nos manter em cima da tabela”, afirmou.

Com a derrota para o Vitória, o Botafogo se manteve com 49 pontos, mas caiu para a quarta colocação – a diferença para o Vitória, primeiro time fora do G-4 é de seis pontos. Na próxima rodada, o Alvinegro encara o Vasco, neste domingo, às 18h30, no Maracanã.

Fonte: UOL

Comentários