O zagueiro Helerson, de 20 anos, é visto como um atleta muito promissor por todos no Botafogo. O defensor chegou ao clube ainda para as categorias de base, em dezembro de 2015. Este ano foi elogiado pelo ex-técnico do Glorioso, Marcos Paquetá, e vem treinando com a equipe profissional. Em entrevista ao Esporte 24 Horas, o jogador apresentou seu currículo a quem ainda não lhe conhece.

“Antes de chegar ao Botafogo, tive passagens por Olaria e Criciúma. Sou um zagueiro canhoto, com boa estatura. Conquistei o Brasileiro Sub-20 de 2016, a Taça Guanabara e o Campeonato Carioca do mesmo ano e o Torneio Otávio Pinto Guimarães (OPG) em 2017.”

O zagueiro contou que os atletas que trabalharam com ele na base o ajudaram na adaptação ao time principal do Botafogo.

“Quando cheguei ao elenco principal, já conhecia a galera que esteve comigo na base. Yuri, Saulo, Mateus Fernandes, Kanu, Marcinho, Marcelo, que me ajudaram muito a me adaptar.

Oportunidades

É bem provável que Igor Rabello, que vem despertando interesse de clubes da Europa desde o início do ano, seja negociado em 2019. Sendo assim, a tendência é que Helerson receba mais oportunidades no time. O zagueiro afirmou estar preparado para quando a chance vier.

“Estou preparado e muito confiante. Ansioso para estrear no time principal. Espero por isso minha vida inteira.”

Com a eliminação do Botafogo na Copa Sul-Americana, restam apenas 10 jogos para a equipe na temporada. No entanto, Helerson acredita que ainda possa aparecer uma oportunidade de estrear nos profissionais ainda este ano.

“Sim, acredito que ainda tenho chances de atuar. Sei que as coisas no futebol mudam de uma hora pra outra e preciso estar preparado caso aconteça. Tenho que atuar à altura.”

Europa e Seleção Brasileira

Os clubes europeus estão vindo buscar jogadores no Brasil cada vez mais cedo. Paulinho, ex-Vasco, e Vinícius Júnior, ex-Flamengo, são exemplos. Helerson já despertou interesse do Estoril, de Portugal, que tentou sua contratação por empréstimo este ano, mas o Botafogo preferiu segurar o jogador. Recentemente o zagueiro renovou seu contrato com o Glorioso até 2020. Entretanto, o defensor espera belas atuações pelo clube antes de rumar para o Velho Continente.

“Primeiramente, sonho fazer história aqui no Botafogo com essa gloriosa camisa. O futuro a Deus pertence.”

Titulares na última Copa do Mundo, Thiago Silva e Miranda estarão com idade avançada em 2022. Tite vem fazendo uma renovação na Seleção Brasileira e a zaga é o setor com menos opções até o momento. Perguntado sobre a possibilidade de no futuro ser um dos substitutos da dupla, Helerson pontuou que a convocação será resultado de seu trabalho no Botafogo. O defensor ainda revelou o desejo de poder atuar com Thiago Silva, seu ídolo no futebol.

“É difícil falar, já que o Thiago (Silva) é meu ídolo. Ainda sonho jogar com ele, quem sabe. Primeiro é fazer história aqui no Botafogo, e o resultado disso dirá (se merece ser convocado)”, encerrou.

Fonte: Esporte 24 Horas