O Botafogo apresentou seu primeiro reforço na temporada. Jorge Wagner, de 35 anos, assinou com o Alvinegro até o fim de 2014. O baiano exaltou o acerto e se mostrou orgulhoso de defender as cores do Alvinegro. Por outro lado, o jogador demonstrou estar ciente do cenário atual do clube e prevê pressão forte por conta da disputa da Libertadores, o que não ocorria desde 1996.

Jorge Wagner disse estar feliz com a oportunidade de defender o Botafogo e que sempre teve o sonho de jogar em um grande clube do Rio de Janeiro. Ele viu com bons olhos o projeto do Alvinegro e espera que a próxima temporada seja de muitas vitórias, o que foi decisivo para aceitar a proposta.

“Por ser o Botafogo, no Rio de Janeiro. É uma oportunidade única na minha carreira. Maior desafio voltar para o Brasil num clube com o Botafogo. Será pressão grande pelas competições que disputaremos. Será o maior desafio. Sempre tive o sonho de jogar no Rio. Nunca tinha tido essa oportunidade. Será importante como experiência de vida”, disse.

Após três temporadas defendo o Kashiwa Reysol, do Japão, Jorge Wagner decidiu que era hora de retornar ao Brasil. O apoiador terá a concorrência de jogadores como Seedorf, Lodeiro e Rafael Marques, que foi recuado para o meio de campo. Ele não só minimiza a questão como diz que quem ganha com essa disputa é o Botafogo

“São grandes jogadores. Será uma disputa sadia, mas quem se beneficia é o Botafogo. Mas tem que prevalecer o espírito de grupo. É um prazer retornar ao Brasil expectativa é a melhor possível. Vamos disputar várias competições. A Libertadores é um sonho que o Botafogo buscava a um bom tempo. Temos tudo para fazer uma grande temporada”, afirmou.

Revelado pelo Bahia, Jorge Wagner teve passagens destacadas por São Paulo e Internacional, além de Corinthians e Cruzeiro. Para acertar a contratação, o Botafogo teve que agir rápido, já que outros times brasileiros tinham como objetivo contar com o atleta.

Fonte: UOL