Apresentado na última sexta-feira pelo Botafogo, o meia Jorge Wagner chegou ao clube com o desafio de ser um dos condutores do time na temporada 2014. Mas esta não é a única missão do novo atleta alvinegro. Aos 35 anos, ele quer repetir o sucesso que três profissionais conseguiram em General Severiano após passagem pelo futebol japonês.

O trio é formado por Fellype Gabriel, Rafael Marques e o ex-técnico Oswaldo de Oliveira. O primeiro chegou a ser jogador do treinador no Kashima Antlers, enquanto o atacante atuou no rival Omiya Ardija. Os três saíram diretamente do Japão para reforçar o Botafogo.

Além deles, dois jogadores fizeram caminho parecido, mas não tiveram sucesso no Alvinegro. Vitor Júnior passou pelo Kawasaki Frontale, porém, atuou por Atlético-GO e Corinthians antes de chegar ao Botafogo. Já Amaral teve passagens anteriores por Cerezo Osaka, América-MG e Cruzeiro.

Jorge Wagner deixou o Kashiwa Reysol para assinar contrato por um ano com o Botafogo. Ele tem a meta de ajudar a conduzir o time e repetir o sucesso dos “japoneses” indicados anteriormente por Oswaldo de Oliveira. A missão mais importante do ano é a Copa Libertadores da América, competição que os cariocas não disputam desde 1996.

“Foram três anos no Japão. Aprendi bastante e tive um bom crescimento profissional. Também foi uma boa experiência familiar. Com certeza estou voltando bem mais maduro e animado. Espero contar com a ajuda de todos e conseguir o sucesso esperado no Botafogo. Acho que posso ajudar muito. Jogar a Libertadores dá uma experiência boa, e vou poder passá-la no dia a dia”, concluiu o atleta.

Fonte: UOL