O jornalista Rodrigo Capelo, ex-colunista da Revista Época e hoje colaborador do SporTV e das rádios Globo e CBN, publicou em seu Twitter uma análise sobre a mudança no pagamento da cota de TV do Campeonato Brasileiro pela Rede Globo a partir de 2019 e mostrou preocupação sobre as situações financeiras de Botafogo, Fluminense e Vasco da Gama, que já anteciparam receitas.

A partir do ano que vem, a cota de TV do Brasileiro será distribuída em três critérios: 40% dividido igualmente entre os 20 clubes, 30% pela quantidade de jogos transmitidos e 30% pela classificação na competição. Desta forma, apenas 40% seria garantido nos primeiros meses. A periodicidade desses pagamentos, inclusive, ainda está em discussão. Leia:

Fonte: Twitter do jornalista Rodrigo Capelo