O presidente do Botafogo confessou — o verbo é exatamente este, não é admitir, é confessar — que parou de pagar os impostos devidos pelo clube durante oito meses na espera da aprovação da Proforte, nome original da lei que anistiava as dívidas dos clubes.

A confissão foi feita ao “Bola da Vez” da ESPN Brasil, que foi gravado ontem e irá ao ar hoje, às 21h30.

Lembremos que Assumpção ao confessar o ato deliberado, confessa, também, ter cometido o crime de apropriação indébita porque, certamente, no período, foram recolhidos na fonte, e não depositados para quem de direito, os impostos da folha salarial dos jogadores.

Lembremos, ainda, que o cartola esteve recentemente à mesa com a mais alta autoridade da República e ainda ameaçou tirar o Botafogo do Brasileirão.

Mas deveria estar preso.

Fonte: Blog do Juca Kfouri - UOL