O imbróglio envolvendo o empréstimo do lateral-direito Luis Ricardo para o Botafogo ganhou novo capítulo. Sofrendo com grave crise financeira, o Bota cobra uma compensação pelo ida do meia Daniel para o Tricolor, que por sua vez freou o empréstimo do lateral ao time carioca.

A resposta são-paulina é uma espécie de retalhação ao Bota, que enfrenta o mesmo problema por Gabriel (Palmeiras) e Andrey (Botafogo/SP). Os botafoguenses querem, mesmo que seja na Justiça, uma recompensa financeira pela saída do trio.

Todos eles tinha contratos vigentes com o o Botafogo. Daniel (2017), Gabriel (31 de dezembro) e Andrey (30 de abril) conseguiram seus direitos na Justiça por conta de salários atrasados em General Severiano.

“Quando acontece a uma ruptura por falta de pagamento, o que reconhecemos, o atleta fica livre para negociar com outro clube. Isso, porém, não significa que o antigo proprietário perdeu os direitos econômicos. A lei não diz isso. O entendimento é de que temos direito a receber o valor ou alguma compensação. O Botafogo investiu neles e, por força do Botafogo, eles ganharam projeção, ganharam valor de mercado. Buscaremos um acordo. Caso contrário, vamos à Justiça comum”, afirmou Domingos Fleury, vice-jurídico do Bota.

Fonte: FutNet