A expectativa pelo primeiro jogo do japonês Keisuke Honda com a camisa do Botafogo tem crescido a cada dia. Após adiamento da estreia contra o Paraná, pelo jogador ter sentido febre na véspera, o atleta, enfim, deve atuar contra o Bangu, no próximo, domingo, às 16h, pela terceira rodada da Taça Rio.

E zagueiro Kanu comentou sobre como tem sido a convivência com o japonês e atuar com o experiente jogador de 33 anos, com rodagem pelo futebol mundial e com três Copas do Mundo no currículo.

– Ele é um ótimo jogador, não tem nem o que falar. A língua dele é difícil, não aprendi nada. Mas é educação. Ele tenta ensinar e a gente aprender. Aos poucos a gente vai conseguindo aprender algumas coisas. É notório que ele sempre está com o corpo voltado para a frente nos treinos. A gente vai estar no mesmo campo domingo e vai estar pronto. Dentro de campo os sinais são bem claros. Ele é um cara inteligente, com o corpo dá para ver onde quer a bola – afirmou Kanu, em entrevista coletiva, nesta quinta-feira.

O zagueiro também comentou a negociação frustrada com o marfinense Yaya Touré. Nesta quinta, o Botafogo anunciou a desistência da contratação do jogador, após demora por uma definição por parte do atleta.

– Não tenho nem o que falar do jogador. Jogava com ele no video-game com o Manchester City e, infelizmente, não veio. Mas o grupo é capacitado.

Fonte: Terra