Ainda que seja bastante jovem (40 anos) e esteja na sua primeira experiência como treinador, o técnico do Lanús, Guillermo Barros Schelotto pode ser considerado um campeão. No tempo em que atuava como jogador profissional, Schelotto atuou em um momento áureo do Boca Juniors e jogou finais de Campeonato Aregntino, Copa Sul-Americana, Copa Libertadores, Mundial de Clubes e também da MLS (Liga de Futebol Norte-Americana). Tamanha experiência em finais o coloca como o homem-chave para a conquista da Sul-Americana pelo time argentino.

Para chegar até a final, o Lanús teve que passar por adversários tradicionais do futebol Sul-Americano, inclusive o conterrâneo River Plate, nas quartas de final, por isso, chega gabaritado e até favorito por poder jogar o jogo de volta em casa. Mesmo assim, na última entrevista coletiva antes do grande jogo, o treinador pregou muito respeito a Ponte Preta e alertou sobre os riscos que seu time corre.

“Teremos pela frente um adversário duro tanto no físico, como no técnico e teremos que dar o nosso melhor para ganhar. Vamos estar atentos para ganhar, atentos nos contra-ataques e procurarmos não fazermos faltas, porque eles são bons na bola parada”, disse o treinador do Lanús.

Quanto a experiência, Schelotto espera utilizá-la a seu favor e assim surpreender a Ponte Preta no “La Fortaleza”

“Estamos ansiosos, porém tranquilos por termos chegado até aqui, esperançosos de que faremos uma grande partida. Vou passar aos jogadores a experiência, essas são as características da equipe e de cada jogador. Vamos fazer de tudo para ganhar, é uma final”, disse Guillermo Barros Schelotto.

Assim como Jorginho, treinador da Ponte Preta, Schelotto faz mistério na escalçaõ que levará a campo na decisão. Com o atacante Pereyra Diaz suspenso com o terceiro cartão amarelo, Acosta, recuperado de lesão, pode voltar ao time titular, mas Schelotto não confirmou.

“Vamos pensar bem se ele joga, porque tem que estar cem por cento. Tentaremos repetir o nosso esquema, vamos tentar jogar como sempre”, disse Schelotto.

A provável escalação do Lanús é Marchesin; Araujo, Goltz, Izquierdoz, Velázquez; Ayala, Somoza e Diego González; Melano, Santiago Silva e Junior Benítez (Acosta).

Fonte: Futebol Interior