Atualmente sem clube, Alemão recordou sua saída do Botafogo no fim de 2016, quando o time se classificou para a Libertadores. Um problema da empresa que o agenciava e o Alvinegro, por outro jogador, acabou prejudicando o lateral-direito, de acordo com o site “Globoesporte.com”.

Máscaras do FogãoNET para torcedores do FogãoNET durante a quarentena da pandemia do novo coronavírus (COVID-19)

– Foi meio perturbador, não quero dar muitos detalhes. Eu já estava com um acordo verbal com toda diretoria da época e, por um impasse entre eles e a empresa que administrava minha carreira, voltaram atrás em algumas questões no acordo, o que só me prejudicou – lamentou.

Com dez jogos pelo Botafogo, ele considera que viveu uma de suas melhores fases.

– Talvez tenha sido o melhor momento da minha carreira. Na minha opinião, o ponto mais forte do nosso grupo era a união e amizade, nos abraçamos e com todas nossas limitações conseguimos um grande feito que foi colocar o Botafogo na Libertadores – lembrou.

Vote na enquete abaixo:

Fonte: Globoesporte.com