Lazaroni deve usar Honda como ‘camisa 10’ no Botafogo no futuro; comentaristas debatem melhor posição

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Lazaroni deve usar Honda como ‘camisa 10’ no Botafogo no futuro; comentaristas debatem melhor posição
Vitor Silva/Botafogo

O Botafogo é um time com Honda e outro sem. O japonês dita o ritmo, domina ações no meio-de-campo, marca, arma e chega para finalizar. Mas qual a melhor posição para ele jogar?

Com Paulo Autuori, Honda atuava como volante ao lado de Caio Alexandre. Na vitória por 2 a 1 sobre o Palmeiras, jogou um pouco mais avançado. As mudanças de posição foram debatidas no programa “Troca de Passes”, do “SporTV”.

– Na ausência do Nazário, o desenho fica um 4-1-4-1, com Forster à frente da zaga. Honda tem mais característica de terceiro homem, transita mais próximo à área. A questão é o quanto de dinâmica pode render para o time, que é lento por natureza pela ausência de jogadores de escape. Tem ótimo aproveitamento de passes vindo de trás, com mais espaço e tempo. Se jogar como o Nazário joga e a torcida pede, vai ficar encaixotado entre as linhas do adversário. Caio é mais dinâmico e infiltra mais que ele, então dessa forma que jogou contra o Palmeiras funciona bem. O grande problema do Honda é receber entre as linhas, em área restrita e cheia de adversários. Não vejo ele jogando de 10 – afirmou Raphael Rezende.

Paulo Vinicius Coelho afirmou que o camisa 4 pode atuar mais avançado futuramente.

Lazaroni pensa nele de 10 a longo prazo, não agora. Planeja um losango no meio-campo, com Honda na ponta de cima. Um 4-3-1-2. De fato ele vai ter dificuldades (entre as linhas). Embora eu adore fazer o desafio cinco letras: fez gol e deu assistências nas três últimas Copas. Não é o Messi, é o Honda – disse PVC.

Fonte: Redação FogãoNET e SporTV

Notícias relacionadas