A partida contra o Atlético-MG, no último domingo, pode significar um ponto de virada para Leo Valencia no Botafogo, em 2019. O chileno entrou no segundo tempo da vitória por 2 a 1 sobre o Galo, no Nilton Santos, pela 18ª rodada e não decepcionou. Com boa movimentação, deu mais velocidade e qualidade no contra-ataque, além de dar assistência para o gol de Alex Santana, o segundo do Alvinegro. Valencia não atuava desde o dia 31 de julho, na derrota para os mineiros por 2 a 0, pela Copa Sul-Americana e vinha sendo pouco aproveitado pelo técnico Eduardo Barroca. A boa atuação pode mudar a situação do meia.

A última vez que o jogador foi escalado como titular, foi na derrota por 1 a 0 para o Palmeiras, pelo torneio nacional, em maio, no Mané Garrincha, em Brasília. Na ocasião, o jogador de 28 anos foi substituído no intervalo. No último domingo, entrou aos 14 minutos do segundo tempo e foi uma ótima opção para uma equipe que vinha sofrendo com a falta de velocidade na hora de atacar. O chileno deu mais dinâmica ao setor e, em uma das primeiras participações, puxou um contra-ataque fulminante, com ótimo passe para Alex Santana ampliar.

Leo Valencia foi contratado pelo Alvinegro, sob grande expectativa, em 2017 e teve dificuldades para se firmar entre os titulares, com o então treinador Jair Ventura. Em 2018, no entanto, o status do meia mudou radicalmente. Começou de titular com Alberto Valentim e depois manteve a condição com Zé Ricardo. Ao todo foram 49 jogos, cinco gols marcados e 11 assistências, que fizeram dele o maior garçom botafoguense na temporada. O habilidade em servir os companheiros voltou a ser mostrada na vitória sobre o Galo.

Na atual temporada, Valencia participou de 12 partidas, entre Carioca, Brasileirão e Sul-Americana. No início de agosto quase foi vendido ao Colo-Colo, do Chile, mas algumas exigência referentes aos valores de salário, travaram as negociações. A atuação convincente pode ser uma boa notícia para Barroca, diante de um elenco enxuto, com poucas peças e muito criticado pela pouca efetividade dos atacantes, com exceção de Diego Souza. O toque de qualidade dado por Leo pode ser uma opção para que a bola chegue aos homens de frente em melhores condições de finalizar.

A volta do Leo de 2018 também pode ser uma esperança a mais para o torcedor Botafoguense, diante do cenário de crise nos bastidores. O resultado positivo amenizou o ambiente tenso gerado durante a semana, quando os atletas manifestaram publicamente a insatisfação com os atrasos nos pagamentos de salário.

A próxima oportunidade de Leo Valencia mostrar serviço pode ser no próximo sábado, quando o Botafogo visita o Ceará, às 21h, no Castelão. A vitória construída com a ajuda do chileno deixou o Alvinegro em situação mais confortável na tabela. O time chegou a 26 pontos no Campeonato Brasileiro e se manteeve na 10ª posição na tabela de classificação.

Fonte: Terra