Conhecido como um clube supersticioso, o Botafogo carrega uma curiosidade nos últimos três jogos. Neilton contra a Cabofriense, Emerson no clássico com o Vasco e Fernandes, diante do Boavista, balançaram as redes no domingo, após concederem entrevista coletiva no sábado. Bem humorado, o volante Rodrigo Lindoso, que está há 20 jogos sem marcar, brincou com a situação.

“Esse foi o incentivo dele (assessor de imprensa) para vir, então resolvi apostar (risos). Mas acredito no trabalho dentro de campo. Se sair (gol), volto aqui todo sábado (risos)”.

O atleta admitiu que vem se cobrando muito para voltar a marcar gols, o que era rotina quando atuava pelo Madureira.

“Estou me cobrando muito sobre isso, sou jogador que sempre cheguei bem na frente, fazia gols, então me cobro muito para caprichar um pouco mais na finalização. São detalhes, um pouco mais de calma… Não deixo de trabalhar, bato minhas bolas paradas, uma hora vai encaixar”.

Ainda sem um cobrador de pênaltis oficial, o tão sonhado gol de Lindoso com a camisa do Glorioso pode sair em uma penalidade máxima. Ao lado de Neilton e Salgueiro, o volante foi um dos que mais converteu cobranças no treino deste sábado, em General Severiano: três, em quatro. O jogador explicou que a cada partida, dois são escolhidos para a função.

“Sempre sou candidato ali, tem uma escolha antes dos jogos na preleção. Às vezes estava entre os dois escolhidos, outras não. Mas estou treinando, hoje em quatro cobranças fiz três gols e acertei uma na trave. São dois escolhidos, vai muito de momento. Às vezes quem tem aproveitamento muito bom no treino acaba tendo prioridade, mas vai na conversa dentro de campo, na hora de decidir a gente se fala no pé do ouvido”.

Melhor campanha na primeira fase do Campeonato Carioca, o Botafogo estreia na Taça Guanabara em clássico diante do Fluminense. Apesar do momento alvinegro ser melhor, Lindoso descarta o favoritismo.

“É um clássico e acho que é 50% a 50%. Não existe favorito. Nosso foco foi no dia a dia em campo. Acho que se tratando de clássico tem que haver muita disposição, força de vontade e parte tática. É só aguardar o momento e ir descansado para o jogo de domingo”.

Botafogo e Fluminense se enfrentam neste domingo (13), às 18h30, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

Fonte: Super Rádio Tupi