Ao contrário do técnico Jair Ventura, que buscou isentar a arbitragem da derrota de 1 a 0 para o Vasco, os jogadores do Botafogo não adotaram o mesmo discurso. São pelo menos dois lances polêmicos: os alvinegros pediram pênalti de Madson (toque de mão) em um lance com o atacante Rodrigo Pimpão. Na sequência da jogada saiu o gol vascaíno, que teria um toque de mão de Nenê no início da jogada.

– Se for para usar os critérios têm que usar para os dois lados. Tiveram duas ou três bolas na mão. No meu lance com o Madson foi bola na mão. Depois fora da área foi falta. Tenho que ver na televisão. Ele deu cinco minutos de acréscimo, mas o jogo ficou parado por três minutos – questionou o atacante Rodrigo Pimpão.

O volante Rodrigo Lindoso foi além e lembrou que a arbitragem não tem só o juiz, mas uma equipe. Por isso, ele crê, que os erros sejam inadmissíveis. O meio-campista também opinou sobre o resultado: injusto.

– Ninguém está aqui pra reclamar, só quer que sejam marcadas as coisas. Tem seis, sete árbitros. Foi clara a mão do Madson. Logo em seguida tomamos o gol em lance duvidoso. Tivemos mais volume, mais chances, foi injusto – analisou.

Fonte: UOL