O Botafogo atuou desfigurado na noite deste sábado. Mesmo sem nomes como Jorge Wagner, Edílson, Emerson Sheik e Carlos Alberto, o Alvinegro conseguiu vitória sobre o Coritiba para se aliviar no Campeonato Brasileiro. Apesar do triunfo, o time sofreu para garantir o resultado e contou com boa atuação do goleiro Jefferson.

O treinador Vagner Mancini admitiu problemas na equipe que mandou a campo, mas ressaltou a vontade de vencer dos seus comandados. O comandante alvinegro destacou o espírito do time, mas não escondeu que a baixa produção técnica dos jogadores resultou em sufoco no final do segundo tempo.

“O jogo foi baixo em termos técnicos. As mudanças que fizermos por lesão e suspensão nos descaracterizou. Faltou ao Botafogo. Tivemos chance de fazer pênalti no fim e tornar o jogo mais leve. O mais importante hoje seria vencer. Atingimos o objetivo’, disse Mancini, que falou sobre o principal problema do Botafogo no duelo com o Coritiba.

“Hoje vimos uma equipe com pouca posse de bola. Isso foi determinante para tomar sufoco no jogo”, explicou o técnico.

Mancini, por outro lado, elogiou o poder de superação de seus atletas. “Vencemos porque houve superação. Extrema dedicação. Honraram a camisa que vestem. Mas pelo lado técnico, faltou”, reafirmou.

O Botafogo chegou aos 12 pontos e ocupa a 13ª colocação do Brasileiro. O clube alvinegro tem a semana livre para se preparar para o clássico com o Flamengo.

“Muita coisa vai ter que melhorar. O Botafogo vive momento de acertos. O mais importante é reconhecer o que aconteceu. Não quero falar mentiras”, finalizou Mancini.

Fonte: UOL