O Técnico Vagner Mancini, do Botafogo, acredita que mesmo com a aparente crise no Flamengo, o adversário pode crescer no clássico do próximo domingo pelo fato de ter o comando de um novo treinador e o apoio da torcida.

O treinador Alvinegro sabe que precisa considerar todas as probabilidades para preparar bem a sua equipe para o jogo. E com o objetivo de manter mistério e evitar a divulgação antecipada da escalação do seu time, Mancini fechou os portões na primeira hora do treinamento de sexta-feira e também minimizou a crise do adversário lembrando o histórico de reações do rival.

“O Botafogo tem que pensar nele mesmo. Não pode pensar no que o adversário vem passando. O Botafogo vai pensar como gente grande. É uma equipe que tem que melhorar, que ainda tem problemas, mas que está acertando. Ninguém deixa de enxergar que é um jogo importante para as duas equipes que tentam subir na tabela. O Flamengo também é feito de pressão e nesses momentos se agiganta. O Botafogo vai tomar cuidado, mas a melhor maneira de fazer isso é olhando para dentro de si”, garantiu Mancini.

O comandante botafoguense te a consciência de que a crise no Flamengo pode trazer tanto dificuldades quanto benefícios à sua equipe para buscar a vitória, principalmente depois de ter vencido outro time da zona de rebaixamento, o Coritiba, em um jogo duro. Ele falou que a crise é apenas mais um dos elementos que devem ser considerados para a preparação da equipe para o jogo

“Não olho posição do adversário na tabela. Muitas vezes um time está momentaneamente lá em embaixo e tem força para sair. Outros estão em cima, mas você vê que não tem força para segurar muito tempo. O Flamengo tem camisa, tamanho e capacidade para dar resposta em grandes jogos. É um clube que vive sob pressão e em momentos difíceis consegue reagir. Se está em último é porque não foi eficaz em algumas coisas, mas não quer dizer que não pode sair dessa situação”, completou.

Botafogo e Flamengo se enfrentarão pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro no próximo domingo (27), às 18h30 (de Brasília), no Maracanã.

Fonte: Futnet