A fraca campanha do Botafogo neste início de Brasileirão já está deixando o técnico Vagner Mancini preocupado. Com três derrotas em cinco jogos e apenas quatro pontos ganhos em 15 disputados, a equipe está na 13ª colocação e pode até cair para a zona de rebaixamento dependendo dos resultados do final de semana.

Após a derrota para o Goiás, por 2 a 0, nesta quarta-feira em Juiz de Fora, Mancini evitou usar um tom mais duro para cobrar reforços da diretoria, mas citou a falta de opções no elenco e deixou evidente a sua necessidade.

“Não são poucas, são muito poucas (opções para fazer mudanças na equipe). Deveria ter um elenco mais balanceado nesse sentido. Hoje, por exemplo, eu tive que colocar o Lucas com o Edílson para tentar alguma coisa na linha de fundo. Não estou aqui para reclamar, faço o que está ao meu alcance. Todo mundo que enxerga futebol sabe o que tenho nas mãos. O time tem limitações, mas ninguém aqui está se queixando”, afirmou o treinador.

Sem poder contar com o meia uruguaio Lodeiro e nem com o atacante argentino Ferreyra, ambos machucados, Mancini escalou o lateral Lucas no meio-campo diante dos goianos. Apesar de o Botafogo ter criado algumas chances de gol no primeiro tempo, o time não teve boa atuação e acabou cometendo erros defensivos.

Uma das esperanças de Mancini para aumentar a criatividade da equipe é a possível estreia do meia Carlos Alberto. O experiente atleta está aprimorando a forma física, e o técnico alvinegro espera poder contar com ele já na próxima rodada, na quarta-feira dia 21, contra o Grêmio, em Caxias do Sul.

“Não tenho dúvida de que o Carlos Alberto vai ser uma peça importante. Eu estaria sendo muito mentiroso se dissesse que não penso em sua utilização na próxima partida. Mas tudo depende do que será feito nos próximos sete dias. Se ele responder ao trabalho de forma significativa, vai ser utilizado”, disse Mancini.

Antes de perder para o Goiás, o Botafogo também já havia sido superado por São Paulo e Bahia. O Alvinegro carioca ainda empatou com o Internacional e só venceu o Criciúma.

“É preciso falar a verdade, assumir os erros que devem ser assumidos e levantar a cabeça, porque a derrota dói, mas é mais uma derrota. Não podemos fazer disso aqui um velório achando que está tudo errado, tudo acabado. Não. Quem está no Botafogo tem uma visão diferente e nesse momento é preciso botar o peito, assumir o que deve ser feito e fazer as alterações necessárias. Óbvio que acomodar só vai piorar. Agora é tentar mexer com esses atletas que são vitoriosos, mas que aqui estão rendendo abaixo do podem”, finalizou Mancini.

Fonte: ESPN.com.br