Mancini projeta mudanças no Botafogo, mas nega fazer vontade da torcida

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

A derrota por 3 a 2 para o Santos fez a noite de quarta-feira ser amarga para o Botafogo, mas a luta contra o rebaixamento no Brasileirão requer maiores esforços no momento. Tentando deixar para trás o revés na Copa do Brasil, o técnico Vagner Mancini promete mudanças para o duelo deste sábado com o Vitória, mas não apenas para tentar agradar a torcida.

“Podemos fazer mudanças de peças que não estão rendendo o esperado por desgaste físico ou emocional. Algumas peças não estão encaixando com outras”, admite o treinador botafoguense. “Ou então criamos uma força interior muito grande para desenvolver o jogo como se deve. O atleta de alto nível deve absorver a derrota rapidamente e se sair bem no jogo seguinte”, cobra.

Mas para dar a volta por cima na temporada, o Glorioso terá que reconquistar também a confiança do torcedor. A oscilação da equipe contra o Santos rendeu descontentamento nas arquibancadas do Maracanã e boa parte dos 8,7 mil presentes entoou vaias a Zeballos. A resposta negativa da torcida incomoda Mancini, que defende o atacante.

“Gostaria de saber quem o torcedor botaria no lugar do Emerson. O Ferreyra está hospitalizado (por causa de um problema gástrico), então gostaria de saber que tipo de avaliação deve ser feita. Às vezes não consigo entender”, rebate o treinador. “Alguns atletas são mais endeusados do que outros e a gente não entende por que têm tanta moral. Mas não posso escalar o time que a torcida quer. Vou escalar o time que o Mancini quer.”

Notícias relacionadas