Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Mancini se preocupa com conformismo, admite número horríveis, mas descarta sair

0 comentários

Compartilhe

Último colocado do Brasileirão, time que mais perdeu no campeonato, elenco com salários atrasados e quatro jogadores demitidos na última semana. A situação do Botafogo é desesperadora, e a derrota para o Palmeiras por 1 a 0, neste domingo no Maracanã, abalou ainda mais a equipe. Apesar de todos os problemas, o técnico Vagner Mancini avisou que não vai pedir demissão do cargo e lutará até o fim para evitar o rebaixamento da equipe.

“Não penso em desistir, de maneira alguma. Estamos aqui com diversas dificuldades, alguns jogadores saíram, outros estão reaparecendo, há uma montagem do time em processo e isso ás vezes custa caro. Não é depois de uma derrota que vamos jogar a toalha, agora é refletir, pensar com calma, porque faltam 11 jogos, e as seis vitórias que eu falava que precisamos ainda podem acontecer. Vamos unir forças, se todo mundo desacreditar fica difícil”, afirmou o treinador, que reconheceu que a situação alvinegra é preocupante.

“Os números são horríveis, por isso o Botafogo está em último lugar, não tem o que esconder. O Botafogo é o time que mais perdeu. Mas temos que tentar virar o quadro e melhorar até o fim do campeonato”.

Depois de o presidente Maurício Assumpção rescindir o contrato de quatro atletas (Emerson Sheik, Bolívar, Júlio César e Edílson) na última sexta-feira, Mancini chegou a colocar o cargo à disposição, mas o dirigente bancou a permanência dele até o final da temporada.

Mesmo sem jogar a toalha, Mancini admitiu que existe a preocupação com o “conformismo” de alguns atletas do Botafogo, que acabam se deixando influenciar com comentários externos de que o time já estaria praticamente rebaixado.

“Eu hoje achei que no jogo do Botafogo bateu um pouco desse conformismo, vi em alguns momentos a equipe entendendo que isso (rebaixamento) pode acontecer. E não pode, não pode ceder de jeito nenhum, Diariamente temos que dar exemplos de superação para eles, de equipes que batalharam e venceram. O Botafogo não vai deixar a peteca cair e vai lutar até o último minuto. Acho que luta não está faltando, o que está faltando é futebol”, disse Mancini, que também foi questionado se os problemas extra-campo estão prejudicando o desempenho do time.

“Eu acho que já está atrapahando faz tempo, mas em uma situação que tem que decidir o peso fica maior. Hoje alguns atletas sentiram o jogo, o desempenho não foi igual como contra o Vitória, o jogo emxeu com alguns jogadores. O Botafogo foi inferior do que pdoeria jogar. Vontade nunca faltou nesses seis meses, mas o peso fica maior com uma série de coisas acontecendo. O conjunto de tudo isso faz ter um peso excessivo nas costas de alguns, e esses não suportaram hoje”.

Após 27 rodadas disputadas, o Botafogo está na 20ª e última colocação do Brasileirão, com apenas 26 pontos. A equipe carioca volta a campo contra o Corinthians, no próximo sábado, às 18h30 (horário de Brasília), na Arena da Amazônia, em Manaus.

Comentários