Mano Menezes disse que não viu, mas tomou ciência do que Emerson Sheik disse sobre ele em entrevistas recentes. Depois de saber que o atacante questionou seu caráter, o técnico, do seu jeito, rebateu o atacante.

“Não tive a infelicidade de assistir, mas como noticia ruim chega rápido, estou sabendo. Em relação às opiniões dele, sinceramente não tenho interesse, não me atingem, não estou preocupado. Ele que siga a vida dele. No futebol a bola é redonda e lá na frente as coisas clareiam para saber que tem caráter, quem é melhor”, disse Mano Menezes, após a vitória do Corinthians por 2 a 0 sobre o Flamengo, no Pacaembu.

Emerson Sheik falou à rádio Mix do Rio de Janeiro, na última sexta, e ao Esporte Espetacular, da Rede Globo, neste domingo. Em ambos os veículos, falou da relação complicada com Mano Menezes. “O que eu sinto sobre o Mano? Eu não gosto dele. Não escondo de ninguém que não gosto dele. Entendo que ele é um cara de caráter duvidoso e para mim isso basta”, disse o atacante à rádio Mix.

Sheik deixou o Corinthians para fechar com o Botafogo por empréstimo até o fim do ano. Mano foi consultado sobre o atacante e informou a diretoria que não contava mais com o jogador, que incomodava no clube do Parque São Jorge pelo histórico de indolência nos treinamentos e já não vinha mais dando resultado em campo.

“Tomar decisões como essas geram desgaste, descontentamento. Por isso que as pessoas protelam para tomá-las. Não posso abrir mão de fazer o que penso que é o correto. Essa é minha obrigação com o Corinthians, antes com Flamengo e depois na seleção. Não tenho medo”, completou Mano Menezes.

Fonte: UOL