Manu no colo e Neymar nos pés: o 1º gol de Vitinho no Maracanã

Compartilhe:

Na cabeça, a responsabilidade de quem foi pai aos 19 anos. Nos pés, a mesma chuteira utilizada por Neymar. No colo, a filha Manuela, de apenas três meses, que pela primeira vez entrou em um gramado de futebol e logo no Maracanã. Deu sorte. O jovem Vitinho fez um gol, o seu primeiro no estádio, criou boas jogadas e saiu de campo aplaudido pela torcida do Botafogo na vitória por 2 a 0 sobre o Vitória, que deixou o time na liderança do Campeonato Brasileiro.

Vitinho não fazia um gol desde a derrota por 2 a 1 para o Bahia, em Aracaju, no dia 5 de junho. Foi o sétimo dele na temporada em um jogo no qual a torcida parecia ter recobrado a confiança em uma das grandes apostas do clube ao gritar que “Vitinho é melhor do que Neymar” antes do início do confronto com o Vitória.

O cuidado com o jogador é evidente no clube. No intervalo do jogo, quando o Botafogo vencia por 1 a 0, Seedorf impediu que Vitinho, autor do primeiro gol, fosse assediado para entrevistas na saída de campo. Mesmo com as repetidas substituições do jovem, o técnico Oswaldo de Oliveira tem mantido suas convicções e contado com a ajuda do grupo para dar cada vez mais apoio a ele.

– A gente tem se dedicado muito ao Vitinho. Todos os companheiros estão se dedicando muito a ele, tem merecido atenção especial dentro do clube. Vejo que está pronto para evoluir, reagir. Ele é muito jovem e precisa de amadurecimento, mas hoje deu uma demonstração de que isso é viável – afirmou Oswaldo.

Vitinho, manu, e irmão Vaguinho, botafogo x Vitória (Foto: Pedro Martins/T&T Comunicação)
Vitinho entra em campo com a filha Manuela, de três meses, no colo (Foto: Pedro Martins/T&T Comunicação)

Vitinho assumiu a condição de titular do Botafogo com a negociação de Fellype Gabriel para o Sharjah, dos Emirados Árabes. Desde então, vem mantendo a posição e sendo cobrado por isso. Suas jogadas são sempre seguidas de perto pela torcida, que não tem demonstrado paciência com seus erros, principalmente quando tenta jogadas individuais.

Nas categorias de base, Vitinho sempre foi conhecido pelo drible fácil. Contra o Vitória, conseguiu uma boa arrancada da defesa para o ataque, como já havia acontecido contra o Flamengo, mas desta vez teve seu chute bloqueado pelo último defensor. Em outra jogada, um zagueiro impediu sua finalização já dentro da área.

Se teve destaque fazendo gol, sofrendo faltas (cinco, recorde no jogo) e criando jogadas de ataque contra o Vitória, Vitinho também mostrou dedicação ao setor de marcação. Ele conseguiu três roubadas de bola, menos apenas do que os volantes Marcelo Mattos (quatro) e Gabriel (cinco). Além disso, manteve a média de finalizações, com três, perdendo apenas para Lodeiro (cinco).

Contra o Vasco, domingo, Vitinho novamente estará em campo como titular do Botafogo, no Maracanã. Desta vez, como líder do Campeonato Brasileiro e um dos principais artilheiros da equipe na temporada. O jovem, como disse Oswaldo, merece cada vez mais atenção, mas não deixa de lado sua responsabilidade de pai, carregando seu amuleto Manuela.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários