Maracanã: 72% de meia-entrada e mais de 700 mil de ‘prejuízo’

Compartilhe:

24.974 pessoas compraram ingressos para assistir ao clássico do último domingo entre Vasco e Botafogo. Destes, 72% – mais de dois terços do público – pagaram meia-entrada. Foram 18.100 bilhetes com desconto, contra apenas 6.879 inteiras. Na prática, isso representou uma perda de R$ 774.660,00 para o mandante Vasco e para o Consórcio Maracanã, considerando um cenário “ideal” em que todas as entradas fossem inteiras.

Vale ressaltar, é claro, que a meia é garantida por lei a estudantes e menores de 21 anos, mediante apresentação de documento comprobatório de suas condições. Afim de testar se os documentos eram, de fato, cobrados na entrada do Maracanã, um produtor dos canais ESPN compareceu ao clássico portando meia-entrada, mas não foi abordado por qualquer membro da organização.

Em nota, a concessionária do estádio afirmou que os bilheteiros foram orientados a cobrar a documentação, mas ressaltou que a orientação foi para flexibilizar a fiscalização nos momentos de maior fluxo de pessoas, para evitar longas filas. A concessionária ainda ressaltou que só operou cinco partidas no estádio, e que está desenvolvendo formas de eliminar as deficiências encontradas pela reportagem no controle da meia entrada.

Confira, na íntegra, a nota do Consórcio Maracanã:

A concessionária Complexo Maracanã Entretenimento S.A. está desenvolvendo formas de eliminar deficiências no controle de acesso de portadores de bilhetes de meia-entrada, sem prejudicar a agilidade no atendimento aos torcedores. Os bilheteiros da concessionária estão orientados a cobrar documentação comprobatória na entrada do Maracanã. No entanto, em momentos de fluxo muito intenso de pessoas, este controle foi flexibilizado nos dois últimos jogos para evitar a formação de filas extensas. Apenas cinco partidas foram operadas pela concessionária e ajustes ainda são necessários. O Complexo Maracanã Entretenimento S.A. reitera junto à população que está trabalhando para melhorar a operação a cada jogo, para que o atendimento ao público alcance a excelência, com a segurança e o conforto que todos merecem.

Fonte: ESPN.com.br

Comentários