Maratona de jogos. Assim tem sido a temporada alvinegra. E o próximo desafio do Botafogo é neste sábado, contra o Santos, no Estádio Nilton Santos, O time vai em busca da terceira vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro. Resultado que deixaria o Glorioso na cola do G6, ou dependendo dos demais resultados da rodada, entre os seis melhores colocados do torneio nacional. Ingredientes que servem de motivação ainda maior para o tradicional duelo desta tarde.

Fazendo coro ao discurso, Marcelo lembrou a capacidade da equipe em virar a chave entre as competições. Embora esteja às vésperas de uma decisão, pela Conmebol Libertadores Bridgestone, o elenco sabe manter a concentração de acordo com o adversário, sempre pensando na partida do momento. O jovem zagueiro contou que independentemente de jogos de copas ou pontos corridos, a pegada é a mesma.

– É um jogo que vale muito. Queremos chegar o mais longe possível no Brasileirão. Estamos próximos dos primeiros colocados, temos essa oportunidade de garantir mais três pontos, vamos procurar fazer nossa parte da melhor maneira. Vamos assumir essa responsabilidade – disse.

O jogador ainda comentou sobre a identidade vitoriosa que o Botafogo construiu ao longo do ano. Orgulhoso dos feitos alcançados, lembrou que o trabalho começou ainda em 2016, quando o Alvinegro arrancou da zona de rebaixamento rumo ao quinto lugar. Sereno, o defensor elogiou a postura de todo o plantel e afirmou que as campanhas do clube tendem a evoluir cada vez mais.

– Temos um grupo de homens. Sabemos o que queremos e até onde podemos chegar. Muitos desconfiavam no ano passado. Mas provamos para nós mesmos. Creio que o Botafogo está crescendo, vai colher frutos no futuro – declarou.

Fonte: Site oficial do Botafogo