A vitória de 1 a 0 sobre o Paysandu na estreia na Série B do Campeonato Brasileiro deixou os torcedores do Botafogo animados. A expectativa é que o time não passe pelos mesmos sustos do Vasco, que no ano passado garantiu a vaga na elite apenas na penúltima rodada. Porém, na visão dos jogadores alvinegros esse otimismo é por parte apenas da torcida, já que eles descartam qualquer tipo de euforia.

“O elenco do Botafogo sabe que euforia é algo que deixamos para os torcedores. A partida contra o Paysandu foi muito complicada e a vitória muito valorizada por todos nós justamente por conta do grau de dificuldade. Portanto, sabemos que a caminhada ainda vai ser muito complicada e só podemos comemorar quando todos os nossos objetivos forem alcançados. O Botafogo batalha para voltar para a Primeira Divisão e fizemos apenas um dos trinta e oito jogos que temos pela frente. Portanto não há muito o que comemorar”, observou o lateral esquerdo Carleto.

Reforçando a fala do lateral, o volante Marcelo Mattos comentou que a equipe deve se focar nos jogos que estão por vir ao invés de comemorar as partidas já passadas.

“Sabemos que foi muito importante ganhar do Paysandu porque era um jogo complicado, uma das viagens mais longas desta Série B e a gente precisava começar com um resultado positivo. Mas o grau de dificuldade da competição é alto e não devemos ficar pensando no que passou e sim no que está por vir. Portanto, não existe euforia ou pensamento de que ganhamos algo. Só dá para comemorar alguma coisa quando nossos objetivos forem alcançados”, disse.

Autor do gol que garantiu o triunfo sobre o Paysandu, o atacante Rodrigo Pimpão tem a experiência de ter jogado a Série B em anos anteriores, como em 2014, quando defendeu o América-RN. Na visão dele o grau de dificuldade da competição está ainda mais alto pela presença de times de grande torcida, como Bahia e Vitória. Por isso ele prefere deixar as comemorações de lado e projeta já o duelo do próximo sábado, às 16h30(de Brasília), diante do CRB, no Estádio Nilton Santos, pela segunda rodada.

“A Série B deste ano conta com equipes de tradição e torcida no Brasil e por isso mesmo sabemos que cada jogo vai ser uma batalha. Eu tenho experiência nesta competição e sei o que estou falando. Ainda vamos encontrar muitos problemas e somos o time que todos querem derrotar. Portanto, a vitória sobre o Paysandu já é passado e o foco está todo no CRB”, afirmou Pimpão.

Na tarde desta quarta-feira o elenco do Botafogo vai fazer uma atividade com bola e o técnico René Simões vai começar a definir a escalação que enfrentará o campeão alagoano. A tendência em um primeiro momento é que ele mantenha a formação que se saiu vitoriosa na estreia, mas não está descartado o aproveitamento do meia Daniel Carvalho entre os titulares desde o começo por conta do bom desempenho que ele tem mostrado quando entra no time, melhorando a qualidade do passe e a criação de jogadas perigosas para o adversário.

O zagueiro Roger Carvalho, lutando contra um estiramento na coxa direita, e o meia Elvis, com lesão também na coxa direita, estão em tratamento e dificilmente retornarão contra o CRB. Porém, eles estão sendo preparados para o duelo contra o Atlético-GO, na terceira rodada. Ambos têm sido vistos diariamente se esforçando demais para retornarem antes do previsto.

Fonte: Gazeta Esportiva