Quando o ano começou, o jovem zagueiro Marcelo, de 21 anos, não imaginava que teria tantas oportunidades de atuar no Botafogo. Estamos em setembro, o beque já entrou em campo 21 vezes e conta com a confiança do técnico Jair Ventura. Ontem, ele concedeu entrevista coletiva pela primeira vez e revelou inspiração hermana para se firmar no Alvinegro.

— Quando subi ano passado, colei no Joel Carli. Dentro de campo ele tem uma presença muito grande, as pessoas o respeitam. É um excelente zagueiro. Ele não gosta muito de sorrisos e aprendi isso com ele, por exemplo — disse Marcelo.

E foi justamente na ausência do argentino que surgiu uma das primeiras oportunidades de Marcelo.

— A expectativa era jogar o Carioca. Acabou pintando uma chance para jogar com a lesão do Carli. Fiquei até surpreso quando o Jair me colocou contra o Nova Iguaçu. Depois contra o Colo-Colo, nem acreditei. Está sendo um ano muito feliz para mim. Muito difícil acontecer na carreira de alguém e isso vai me deixando mais maduro — contou o jogador.

Com a cabeça no Flamengo, adversário de domingo, Marcelo vê o elenco preparado para mais um desafio diante do Rubro-negro.

— Acho que não precisamos fazer diferente (em relação ao confronto da Copa do Brasil). Aconteceu um gol na jogada individual. É manter a pegada no jogo contra o Flamengo. Se ele (Jair Ventura) vai poupar eu não sei. Mas quem entrar vai substituir bem, pois todos estão preparados — finalizou.

O Botafogo ainda briga por títulos em 2017, mas já pensa em 2018. De acordo com informações do site “Globoesporte.com”, o Alvinegro estuda a possibilidade de fazer a pré-temporada no novo CT, o Espaço Lonier.

Fonte: Extra Online