Marcinho, do Botafogo, é suspeito de atropelar casal; homem morreu

89 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Marcinho no treino do Botafogo em 2020
Vítor Silva/Botafogo

O ano de 2020 termina de forma péssima para Marcinho. Em fim de contrato com o Botafogo, ele é suspeito de atropelar com um carro em alta velocidade um casal no Recreio, Zona Oeste do Rio de Janeiro, nesta quarta-feira. O homem morreu e a mulher ficou gravemente ferida. A informação é da “Época”.

Foi feito um registro de ocorrência que indica que Maria Cristina José Soares e Alexandre Silva de Lima atravessavam a Avenida Lúcio Costa (Sernambetiba), próximo ao número 17.170, quando foram atropelada pelo automóvel, modelo Mini Cooper, que a polícia suspeita que seja de Marcinho. O carro foi abandonado em uma rua no Recreio.

O advogado do casal afirma que Maria Cristina fraturou as duas pernas e teve de passar por cirurgia. O homem, professor, morreu na hora.

A Polícia Civil vai investigar o caso, no qual o motorista fugiu após o acidente. As assessorias de imprensa do Botafogo e de Marcinho não se pronunciaram.

Fonte: Redação FogãoNET e Época

Notícias relacionadas