O Botafogo passou às oitavas de final da Copa Sul-Americana e, agora, já sabe que vai encarar o Bahia na próxima fase da competição. Titular diante do Nacional-PAR nesta quinta-feira, Marcinho viu a sua equipe ter um ótimo rendimento e sair com uma vitória por 2 a 0 – na ida, havia perdido por 2 a 1.

Sempre solícito a entrevistas, o lateral-direito foi o atleta escolhido pela assessoria de imprensa do Botafogo para ir à coletiva, após o jogo, ao lado do técnico Zé Ricardo. E, como porta-voz do grupo, externou que o sonho de título na competição continental se faz presente no vestiário alvinegro.

– Sonhar nunca é demais (com o título da Sul-Americana). Somos empenhados e trabalhos muito. A Sul-Americana é uma competição mais viável do que o Brasileiro. É ir jogo a jogo, com os pés no chão – comentou o jovem defensor.

Marcinho também foi questionado a respeito do louvável público no Nilton Santos, lotado para empurrar o Glorioso na Sul-Americana. Ele agradeceu a presença dos botafoguenses e sublinhou a importância da casa cheia.

– Quero agradecer a presença de todos. Eles motivaram demais a gente, cantaram o tempo inteiro. Foi uma força a mais. Juntos somos mais fortes, com eles então, mais ainda. Esperamos que seja sempre assim – finalizou.

O próximo desafio do Botafogo será pelo Brasileiro. Sem Marcinho, um dos suspensos, assim como Matheus Fernandes, o time de Zé Ricardo recebe o Atlético-MG, neste domingo, às 16h, pela última rodada do primeiro turno.

Fonte: Terra