São 21 pontos em disputa. Sete jogos na reta final do Campeonato Brasileiro. E, para alcançar a pontuação almejada em torno de 45 pontos, os atuais 35 do Botafogo precisam ser consideravelmente ampliados. Principalmente considerando o aproveitamento atual da equipe no ano. Mais ainda contra os mesmos adversários, já enfrentados no primeiro turno da competição.

Os próximos adversários são: Corinthians, Flamengo, Chapecoense, Internacional, Santos, Paraná e Atlético-MG. Na primeira parte do Brasileirão, os duelos contra estes times renderam apenas cinco pontos. Se este número se repetir, muito provavelmente a equipe vai ser rebaixada. O que pode animar o torcedor é que haverá um jogo a mais em casa.

Sob as ordens de Marcos Paquetá, Bruno Lazaroni (interinamente) e Zé Ricardo, o Glorioso só superou a Chapecoense. O jogo no Nilton Santos. Foram outros dois empates, com o Paraná – na estreia de Zé – e com o Santos, no hiato entre os treinadores citados.

Nestes últimos jogos, o Glorioso vai enfrentar o Corinthians, o Flamengo, o Inter e o Paraná (provavelmente já rebaixado) no Nilton Santos. Fora de casa, Chape (confronto direto), Santos e o Galo, na última rodada.

Confira o desempenho do Botafogo nos sete últimos jogos do primeiro turno:
​Corinthians 2 x 0 Botafogo
Flamengo 2 x 0 Botafogo
Botafogo 1 x 0 Chapecoense
Internacional 3 x 0 Botafogo
Botafogo 0 x 0 Santos
Paraná 1 x 1 Botafogo
Botafogo 0 x 3 Atlético-MG

Fonte: Terra