Mauro Cezar: ‘Torcida do Botafogo é ausente. Cordão de isolamento era mais justo’

Compartilhe:

A torcida do Botafogo é ausente. Não, esta não é uma opinião, mas uma constatação. Com a nova configuração do Maracanã, é possível medir com precisão o número de torcedores de cada times nos clássicos, pelo menos nos setores exclusivamente destinados aos dois times envolvidos. E as evidências estão aí para quem quiser encarar os fatos (veja abaixo).

Na manhã desta quarta-feira, quatro dias antes do clássico que decidirá o campeonato carioca, a galera do Vasco já havia esgotado todos os seus ingressos na arquibancada atrás do gol à direita (setor sul). Na outra curva (norte) mais de 10 mil continuavam disponíveis para os botafoguenses. E os vascaínos seguiam adquirindo os bilhetes das áreas centrais, consideradas mistas.

Pelo Twitter, escrevi: “Euriquices à parte, bonita mobilização da torcida do Vasco, devorando os ingressos para lotar o Maracanã. Abram parte do setor norte para ela”. E mais: “Se até amanhã o Botafogo não esgotar o setor norte o justo seria abrir metade dele para a torcida do Vasco”. Qualquer pessoa que saiba interpretar um texto compreenderá a mensagem.

E a reflexão é mesmo necessária. Em jogos de grande demanda, o baixo comparecimento dos alvinegros vem gerando situação absurda, com a área destinada aos rivais lotada e a dos botafoguenses repleta de lugares vazios. Na segunda partida pela Copa do Brasil de 2013, a arquibancada sul, onde ficaram os botafogueneses, teve torcedores do Flamengo infiltrados (tomara que não existam vascaínos nessa situação no domingo, agora com o setor norte esgotado).

E isso aconteceu porque rubro-negros acabaram comprando ingressos no lado sul, após lotarem a ala norte do Maracanã. O mesmo pode acontecer neste domingo, pois com a rapidez com a qual os cruzmaltinos adquiriram os bilhetes do setor deles, é evidente que outros podem ter comprando ingresso para o outro lado. E evidentemente isso não é bom, questão de segurança, óbvio.

Apesar de minhas tuitadas serem de fácil compreensão, como reproduzi acima, alguns torcedores de comportamento violento na internet me ofenderam, me ameaçaram pelas redes sociais. Deturparam o que escrevi, como se defendesse a invasão do setor alvinegro pelos vascaínos. Um absurdo. Nas proximas linhas, tentarei ser ainda mais claro, didático até.

Em participação no Bate-Bola da ESPN Brasil, Marcelo Frazão, diretor de marketing do consórcio Maracanã, confirmou a venda avassaladora aos vascaínos e que até então o lado da torcida do Botafogo tinha baixíssima procura. É evidente que ainda havia tempo para que os botafoguenses, incluindo sócios torcedores, assegurassem os cerca de 13 mil bilhetes para o setor norte do estádio. Fariam isso?

Pelo histórico era para duvidar, mesmo sendo decisão. Em quase todos os clássicos do ano e nos dois com os maiores públicos no Brasileiro 2014 envolvendo o Botafogo, a torcida alvinegra foi menor. A exceção foi contra o Fluminense na Taça Guanabara 2015, quando o time vinha de uma vitória sobre o Flamengo. “Temos a impressão que essa parcela de torcedores que domina as curvas (Norte ou Sul), é ainda maior nos segmentos mistos”, acrescenta ao blog o diretor de marketing do Maracanã.

Frazão confirmou durante a entrevista à ESPN que o Maracanã tem condições, sim, de separar uma dessas área, Norte ou Sul, em duas partes, abrindo mais espaço para a torcida que comparece em maior número. Esse “gomo” a mais significaria outros 6 mil ingressos vendidos à torcida mais numerosa, fora gratuidades. A menor torcida teria cerca de 10 mil bilhetes na área exclusivamente dela. No entanto, isso deveria ter sido pensado antes de começar a venda de ingressos. Fica sugestão para jogos futuros nos quais um dos lados não vá mesmo encher, como os lembrados abaixo.

E qual o sentido disso tudo? O estádio registra públicos baixos na maioria dos jogos. São deficitários. E quando há enorme demanda, se desperdiça dinheiro com lugares vazios e gente impedida de comprar os ingressos daquelas cadeiras porque elas ficam reservadas para uma torcida que não comparece em número compatível. Ruim financeiramente e injusto com quem deseja ver o jogo e pagar para isso.

No passado, quando existia o velho Maracanã, até 1999, um cordão de isolamento feito por policiais ampliava o espaço destinado à maior torcida. E o ingresso de arquibancada era o mesmo para qualquer ponto do maior setor do antigo estádio. Aquilo era mais justo. Os tempos mudaram e é preciso aprimorar a distribuição dos bilhetes, para que mais gente possa lotar a nova “arena”.

Sou árduo defensor dos clássicos com duas torcidas. É algo importantíssimo para o futebol, em especial o do Rio de Janeiro, que preserva tal tradição. Mas para isso é preciso que elas realmente existam na arquibancada. Se uma não consegue preencher um setor com pouco mais de 13 mil ingressos à venda e um total de 19 mil torcedores incluindo os que têm gratuidade, na prática não há um clássico com duas torcidas.

Aquele que se diz Botafogo e ofende pela internet, que deturpa as palavras do jornalista, que se magoa com a realidade apresentada, algumas informações fundamentais (abaixo) e um desafio. Se tens o ingresso, vá ao estádio, grite, apoie, ajude o time a virar a final e ganhar o título. Depois, siga comparecendo, a ponto de não conseguirmos ver as conhecidas cadeiras azuis do Engenhão durante os jogos.

Para isso, há toda uma segunda divisão pela frente. Boa sorte aos verdadeiros alvinegros, que não abandonam o time, e parabéns aos vascaínos, que serão maioria domingo no Maracanã em todos os torcedores que não são reservados aos botafoguenses. Os números a seguir, informados pelo consórcio que administra o Maracanã, mostram a realidade de maneira inquestionável.

Campeonato Carioca 2015

Botafogo x Flamengo (1/3)
Norte (Flamengo): 17.447 (esgotado)
Sul (Botafogo): 5.918
* rubro-negros eram quase três vezes mais numerosos

Fluminense x Botafogo (8/3)
Norte (Botafogo): 8.801
Sul (Fluminense): 6.610
* único clássico em 2015 no Maracanã com maioria alvinegra

Vasco x Botafogo (29/3)
Norte (Botafogo): 5.208
Sul (Vasco): 9.083
* botafoguenses eram 57% do número de vascaínos

Fluminense x Botafogo (11/4)
Norte (Botafogo): 5.355
Sul (Fluminense): 5.585
* no clássico de maior equiíbrio, havia mais tricolores

Vasco x Botafogo (26/4)
Norte (Botafogo): 10.762
Sul (Vasco): 17.098 (esgotado)
* na melhor presença alvinegra, eram 63% dos vascaínos

Campeonato Brasileiro 2014
Jogos que registraram os 2 maiores publicos em jogos com o Botafogo na competição:

Flamengo x Botafogo (27/7)
Norte (Flamengo): 13.405
Sul (Botafogo): 6.778
* botafoguenses eram pouco mais de 50% dos rubro-negros

Fluminense x Botafogo (15/11)
Norte (Botafogo): 5.157
Sul (Fluminense): 11.511
* botafoguenses eram pouco mais de 44% dos tricolores

Copa do Brasil 2013

Botafogo x Flamengo (25/9)
Norte (Flamengo): 15.689
Sul (Botafogo): 7.877
* botafoguenses eram pouco mais de 50% dos rubro-negros

Flamengo x Botafogo (23/10)
Norte (Flamengo): 19.173 (esgotado)
Sul (Botafogo): 10.831
* setor destinado aos alvinegros tinha 57% da presença rival



Fonte: Blog do Mauro Cezar Pereira - ESPN.com.br
Comentários