O torcedor do Botafogo sente que, após voltar a campo, Sassá vem tendo um desempenho acima da média. E não é só uma sensação: os números demonstram essa hipótese. Apesar de ter ficado na afastado e na reserva por grande parte da temporada, o jogador tem média de um gol a cada 88 minutos em campo neste ano até aqui, de acordo com dados do site “oGol”. A média é excepcional se comparada a outros craques de fora pelos seus clubes (a contagem não inclui partidas pelas seleções nacionais). Messi, Cristiano Ronaldo e Griezmann, três dos melhores jogadores do mundo, têm uma média inferior à do atacante. Quem se aproxima mais do atacante alvinegro é o argentino do Barcelona, com um gol a cada 90 minutos em média.

Até Balotelli, a quem Sassá foi comparado no seu mais conhecido apelido (Sassalotelli), ficou para trás.

Quando a comparação se volta para rivais do Rio, a diferença é mais gritante. Entre artilheiros dos outros três times grandes cariocas, neste ano, todos têm médias de minutos por gol menores do que Sassá. Nenê, do Vasco, por exemplo, leva mais do que o dobro do tempo de Sassá, em média, para marcar cada gol.

Cabe destacar que Sassá foi o que menos jogou entre todos esses atacantes, o que facilita uma boa média.

O número é impressionante mesmo assim, mas apesar de ser o atual artilheiro da equipe na temporada, com sete gols, Sassá ainda não se firmou como artilheiro absoluto do time, mas vem ganhando espaço.

O Botafogo tenta renovar o contrato com Sassá — o vínculo em vigor acaba no fim do ano — mas por enquanto ainda não houve acordo. Agora, o CSKA, da Rússia, demonstra interesse em contar com o atacante em 2018.

Fonte: Extra Online