Logo após a entrevista coletiva de Gatito Fernández, em que o goleiro confirmou sua volta aos jogos diante do Corinthians, no próximo domingo, quem falou com a imprensa foi o Coordenador do DM do Botafogo, Dr. Christiano Cinelli. O profissional explicou como foi o processo de tratamento do goleiro, rechaçou que tenha ocorrido erro médico e reforçou que o paraguaio está pronto para ir a campo.

“Desde o início a gente tem consciência limpa de tê-lo tratado da melhor forma. Teve um trauma no punho e levamos a um especialista de mão e punho. Todo processo foi feito mediante a corroboração de outros profissionais. Por fim, a gente o levou a um médico em São Paulo da USP e chefe do Hospital Albert Einstein, que corroborou com o tratamento, viu que não era cirúrgico, e sim uma lesão conservadora. O mais importante é que o Gatito está aí, está pronto”, declarou.

Perguntado se havia sido feita alguma infiltração de corticoide, utilizados na prática médica devido ao seu potente efeito anti-inflamatórios, o médico do Botafogo negou. Inclusive, Cinelli lembrou que a substância é considerada doping.

“Não foi feita nenhuma infiltração de corticoide. Até porque corticoide é doping, pelo menos agora a gente não tomaria essa medida. Foi corroborado com o médico especialista de São Paulo, e seguimos uma linha correta. Agora é com ele”, disse.

Jefferson

Outro goleiro que vive a expectativa de retornar aos jogos é o ídolo alvinegro Jefferson. O arqueiro se lesionou no dia 21 de julho, em trombada com Lucas Paquetá, do Flamengo, quando tentava evitar um gol do rival. Christiano Cinelli falou sobre a situação do atleta.

“O Jefferson foi na cartilagem tireóide. A lesão já está curada, mas ele ainda tem um pouquinho de dificuldade para respirar em determinadas situações. Mas está evoluindo muito bem, mais um pouquinho estará de volta também”, concluiu.

Fonte: Esporte 24 Horas