O Botafogo pode perder um time inteiro nesta janela de transferências. É claro que podem surgir propostas e o Alvinegro liberar um outro jogador, mas o que chama a atenção é que este número conta somente com jogadores já acertados ou quase com outros times, além de atletas em fim de contrato, que podem não renovar. O certo, porém, é que a ‘barca’ já conta com um pouco mais da metade deste número: cinco.

Comecemos pelas saídas certas. O lateral-esquerdo Victor Luis pertence ao Palmeiras e voltará ao clube paulista. Quem tem o mesmo destino é o zagueiro Emerson, que assinou um pré contrato com o Palestra Itália no meio do ano. O atacante Guilherme, emprestado pelo Grêmio, voltará ao time gaúcho.

Além deles, há o caso de Roger. Ele negociava a renovação, que termina no fim deste ano, mas as partes não chegaram a um acordo e o Alvinegro iria oferecer uma contraproposta quando o Internacional fez uma proposta mais atraente. O anúncio oficial ainda não foi realizado, mas ao que tudo indica, ele vai mesmo para o Colorado. Internamente, a saída do camisa 9 já é dada como certa também.

Outro que se despedirá é o zagueiro Renan Fonseca. Ele tem contrato até o fim de 2017, não vem sendo opção nem no banco e o Glorioso não conta com ele. Os laterais Jonas e Gilson, os volantes Airton, Dudu Cearense, o zagueiro Emerson Silva e o goleiro Saulo também têm contrato com o término em dezembro. Quem não deve ter a mesma sorte é o meia Dierson.

Queridinhos do mercado 
Isso tudo sem contar com os ‘badalados’ do mercado: o volante Bruno Silva, apesar de ser o vice-artilheiro do time na temporada, vê a relação estremecida com a torcida, principalmente após o gesto de ‘ir embora’ durante o jogo com o Atlético-GO. Pediu desculpas, mas elas não foram aceitas por alguns torcedores. Ele ainda é alvo do Cruzeiro, mas a diretoria botafoguense garante: ele só sai com o pagamento da multa rescisória: R$ 20milhões.

Pelo zagueiro Igor Rabello, uma proposta de R$ 11milhões foi recusada em outubro, mas se os valores subirem…Gatito Fernández, em contato com o LANCE! nesta semana admitiu que caso uma proposta atraente da Europa chegasse e fosse boa para o goleiro e para o clube, ele sairia. O camisa 1 já tem jogou no continente e vê Jefferson, o maior salário do time, no banco. Haverá espaço para os dois?

Timidez no mercado 
A diretoria do Botafogo já avisou que espera o Campeonato Brasileiro para focar em contratações e isso talvez explique a timidez do time na ida às compras. O atacante Gilberto, do São Paulo, já despertou o interesse do clube, mas as negociações esfriaram. André Luis, do Santa Cruz, que joga mais pelos lados do campo, é quem está mais perto do Glorioso, conforme antecipado por Alírio Moraes, presidente do clube. Ele deve ser vendido.

O ataque é também onde joga Renan Gorne. Cria da base e xodó da torcida, ele estava emprestado ao futebol ao North Carolina (EUA) e já treina com o elenco, mas só pode jogar em 2018. O clube, porém, ainda não sabe se conta com ele no ano que vem. Do Santa Cruz volta Yuri, meia de 21 anos, que estava emprestado.

A situação de cada um: 
Mudam de time: O lateral-esquerdo Victor Luis volta de empréstimo para o Palmeiras. O time paulista também é o destino do zagueiro Emerson, que assinou um pré contrato com o clube. O atacante Guilherme retorna ao Grêmio após fim de contrato de empréstimo. Roger está bem perto do Internacional.

Final de contrato: O zagueiro Renan Fonseca e o meia Dierson têm o contrato se encerrando em dezembro e não permanecerão no Botafogo. O goleiro Saulo, os laterais Jonas e Gilson, o zagueiro Emerson Silva e os  volantes Dudu Cearense e Airton estão na mesma, mas devem ficar.

Fonte: Terra