Minimizando Série B, Jefferson agradece respaldo de Dunga na Seleção Brasileira

Compartilhe:

Recuperado de uma lesão que comprometeu sua presença na reta final do Campeonato Carioca, impedindo-lhe de ajudar o Botafogo a birgar pelo título estadual, o goleiro Jefferson teve sua convocação confirmada nesta terça-feira e deve ser a primeira opção de Dunga para defender a meta da Seleção durante a Copa América. Ciente de sua missão, o atleta se mostrou confiante e agradeceu à comissão técnica pelo respaldo.

“Eu sempre pensei na Seleção, mas devo um respeito muito grande ao Botafogo por tudo que ele fez e faz por mim. Optei por seguir no Botafogo (após o rebaixamento) e sabia das consequências, mas graças a Deus as coisas estão dando certo. Acho que o Dunga reconhece o meu trabalho, sabe aquilo que posso fazer independente de estar na Série A ou Série B”, comentou o goleiro em entrevista aoSporTV, já projetando sua volta aos campos nesta quarta, em jogo válido pela Copa do Brasil.

Reserva de Júlio César durante a Copa do Mundo no Brasil, Jefferson soube esperar sua vez e, apesar da qualidade do elenco e da variedade de opções, admite que seguirá dando seu máximo para se manter entre os onze.

“Já fazem quatro anos que estou sendo convocado, soube esperar meu momento. Já fui terceiro e segundo goleiro, e agora chegou minha vez. Sei que tem outros atrás, mas farei de tudo para aproveitar meu momento na Seleção. Eu tive paciência para esperar e agora estou colhendo os frutos”, reconheceu.

Perguntado sobre sua recuperação, o goleiro fez questão de tranquilizar a todos garantindo que a cirurgia foi um sucesso, e que só precisa recuperar o ritmo de jogo.

“Estava treinando em três períodos para acelerar a recuperação, com os treinos é possível ficar em dia com o físico”, disse.

Entusiasmado por trabalhar com ex-jogadores vitoriosos, Jefferson assumiu que a comissão técnica lhe serve de exemplo.

“O Gilmar, o Dunga e o Taffarel (ambos tetracampeões em 1994) são pessoas que fizeram história jogando pela Seleção e levamos como exemplo para conseguirmos nos destacar também. É muito bom você ter treinadores vitoriosos para seguir como modelo. Temos um carinho e um respeito muito grande pelo Taffarel, eu procuro aprender muito com ele perguntando as coisas. Sempre fui seu fã, e agora estou tendo a chance de trabalhar ao seu lado”, disse à mesma emissora.



Fonte: ESPN.com.br
Comentários