Foram 25 finalizações, a grande maioria no segundo tempo, mas o Botafogo não conseguiu sair, ontem, do Raulino Oliveira com a vitória e agora não depende apenas de suas forças para avançar às semifinais da Taça Rio. O Volta Redonda abriu o placar, com o gol do ex-alvinegro Mauro Gabriel. Igor Rabello empatou ainda no primeiro tempo.

Botafogo e Portuguesa somam dez pontos, mas o Alvinegro está em terceiro por ter um saldo de dois gols, contra três da Lusa. Na última rodada da Taça Rio, o Botafogo tem o clássico diante do Vasco, enquanto a Portuguesa terá o Flamengo pela frente.

— Infelizmente não conseguimos os três pontos, tentamos de todos os jeitos, mas tem dias em que a bola não vai entrar — lamentou o lateral-esquerdo Moisés, um dos jogadores que mais levaram perigo ontem.

O Botafogo tinha amplo domínio da posse de bola e volume de jogo. Com Kieza, de cabeça, e Ezequiel, teve duas boas chances de marcar no início. Nos contra golpes, o perigo que o Volta Redonda criava vinha dos chutes de longe e foi assim que saiu o Voltaço saiu na frente. Primeiro, Gatito desviou de leve uma pancada de Marcelo, que ainda bateu no travessão antes de sair. Pouco depois da parada técnica, o paraguaio nada pôde fazer. Mauro Gabriel foi avançando desde a intermediária sem ser incomodado e finalizou da entrada da área para abrir o placar.

Sem conseguir ser incisivo, as bolas paradas se tornaram as melhores armas do Botafogo. Igor Rabello, que já havia tido um gol corretamente anulado por impedimento, empatou para o Alvinegro.

No segundo tempo, Valentim tirou Pimpão e colocou Marcos Vinícius, que esquentou o jogo. A mudança fez Valencia ocupar o lado esquerdo, onde jogava Pimpão e o chileno foi bem atuando por ali no segundo tempo.

Das triangulações envolvendo Valencia, Moisés e Marcos Vinícius, que voltou a ter boa participação, surgiram as melhores chances da equipe vencer. O Botafogo pressionou muito, mas não marcou.

Agora, a classificação alvinegra será decidida na semana que vem contra o Vasco, e depende de um tropeço da Portuguesa, que está a frente pelo saldo de gols, e enfrenta o Flamengo.

Fonte: Extra Online