O Botafogo empatou diante do Internacional, no Maracanã, por 2 a 2. Um empate heroico, depois de sair atrás o Alvinegro buscou dois gols que resultaram no empate, já que o Inter fez os primeiros gols da partida, com Rafael Moura em duas oportunidades. Em entrevista a Super Rádio Tupi, Carlos Augusto Montenegro, intitulado pelos torcedores do Botafogo como o eterno presidente, analisou este empate e comentou sobre o trabalho de Vagner Mancini, mostrando-se esperançoso com o novo comandante.

”Diante das circunstâncias foi um bom resultado, o Internacional é favorito ao título, grande técnico, grande elenco, tem estrutura, salários em dia. O Botafogo mostrou muita garra e raça ainda mais no segundo tempo. Mostrou a cara do Mancini e tenho esperança que com o tempo e calma ele fará um trabalho igual o que fez com o Atlético-PR no ano passado. Só falta o Moraci Santana (Preparador físico) para deixar esse time voando. O Alvinegro tem elenco, qualidade, bom banco de reservas, um grupo que pode fazer um bom Campeonato Brasileiro. O que faltar ao Botafogo estarei ajudando na medida do possível, espero que o clube pague o salário dos jogadores, arrumar receitas para os próximos meses e que eles fiquem tranquilos quanto ao salário. Destaco que todos os clubes no Brasil tem salários atrasados e só falam do Botafogo, parece que todos estão em dia e só nós estamos irregulares. De todo caso, realmente tem coisas que só acontecem com o Botafogo” – Disse Montenegro.

Ainda sobre o atual técnico, Montenegro afirmou que encontrou com Mancini no inicio do seu trabalho no Alvinegro e criticou a postura da atual diretoria em não priorizar em um técnico que não fosse iniciante, ainda mais disputando a Libertadores, competição que o clube acabou sendo eliminado.

”Eu tive a oportunidade de conversar com o Mancini e acho que o Botafogo teve dois problemas sérios no inicio do ano, o primeiro foi dar a chance para o Eduardo Hungaro, é um principiante e seria mais fácil ele fazer um teste como este com o Sedoorf jogando ainda no Botafogo, pois teria um técnico fora de campo e um dentro de campo. Todos ficaram surpresos por ele parar de jogar e aceitar o convite do Milan para ser treinador. Outro problema foi poupar jogadores novos como os mais velhos, Dória, Gabriel, Lodeiro, Wallyson e outros mais novos foram poupados e jogaram pouco este ano, estão fora de ritmo, não são os mesmos do ano passado. Totalmente sem ritmo de jogo, Mancini vai ter que dar condição a todos eles, uma coisa é poupar e outra é poupar demais. Bolivar, Julio Cesar e outros é aceitável, agora o Dória é brincadeira, ele consegue jogar duas partidas por dia e as pessoas reclamavam que ele jogava dois jogos por semana” – disse o ex-presidente.

O principal reforço do Botafogo não ficou de fora da entrevista, Emerson Sheik foi elogiado por Carlos Montenegro que afirmou ter certeza de que Sheik será muito importante para conquistas do Alvinegro na atual temporada.

”Fez o gol e deu passe para o outro, predestinado, no futebol o jogador tem que ter estrela e ele tem. Ele já fez a independência financeira, está a quatro anos no Brasil e foi campeão no Flamengo, Fluminense e Corinthians, só (risos). Tem estrela, corre muito, a torcida adora e olha que está fora de forma. É polêmico, mas depende do ponto de vista, ele nem estava inscrito e poderia fazer o que quisesse, mas tentaram mostrar coisas ruins antes dele chegar aqui, isso é coisa de gente que torce para dar errado. É um belo jogador e com o time encaixado será muito importante para o Botafogo, nos dará muitas alegrias” – encerrou Carlos Montenegro.

Fonte: Site da Rádio Tupi